Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Amazonas Energia falta audiência pública para explicar sobre medidores e revolta deputados e população na Aleam

A concessionária enviou apenas um ofício com informações, que segundo deputados contém “muitas inverdades”.

  • Por AM POST

  • 16/03/2023 às 19:22

  • Leitura em três minutos

Redação AM POST*

Durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), desta quinta-feira (16), o deputado Sinésio Campos (PT) mostrou indignação após a concessionária Amazonas Energia não enviar representante para apresentar esclarecimentos sobre a instalação dos medidores do tipo Sistema de Medição Centralizado (SMC), também conhecidos como medidores aéreos. O convite para o comparecimento da empresa partiu do requerimento número 636, aprovado na Casa Legislativa e proposto pelo deputado Sinésio Campos, que pedia a presença do diretor técnico da capital, Rodrigo Moreira, para que pudessem ser prestadas informações técnicas sobre os novos medidores.

PUBLICIDADE

O chamamento foi motivado pelas denúncias de moradores de diversos bairros de Manaus de que a empresa estaria instalando os medidores SMC contra a vontade da população e sem notificação prévia para a realização do serviço. No lugar de enviar um representante, a empresa simplesmente respondeu ao requerimento enviando um ofício com informações sobre os medidores SMC.

De acordo com Sinésio Campos, o ofício apresenta informações inverídicas. “Encaminharam um ofício alegando que vão responder por papel. Papel aceita tudo. Na nota da Amazonas Energia tiveram muitas inverdades. A primeira é que o investimento de mudança de postes e medidores não estaria sendo repassado para os consumidores, fato esse desmentido pelo Sr. Luiz, um consumidor que veio e foi à tribuna”, afirmou o parlamentar.

Lideranças de diversos bairros, como Japiim, Dom Pedro e Planalto, estiveram na galeria da Aleam para protestar contra a instalação dos medidores aéreos. De acordo com Luiz Codech, do Movimento em Defesa do Povo, a Amazonas Energia tem cometido uma série de irregularidades durante a instalação dos medidores, inclusive colocando a segurança do consumidor em risco.

PUBLICIDADE

O líder popular também relata que tem sofrido ameaças por parte de funcionários da Amazonas Energia. “Dentro de um grupo de Whatsapp da Amazonas Energia tem a minha foto, e tem uma pessoa de dentro, funcionário deles dizendo ‘este é o próximo’. A minha pergunta é, próximo a quê? Como eu sou líder do Movimento em Defesa do Povo e existem outras lideranças que estão conosco, e creio que os líderes também são os próximos. Mas próximos a quê?”, relatou Luiz Codech.

Sinésio Campos elaborará um relatório com as denúncias de irregularidades recebidas. “Como Ouvidor da Casa e presidente da Comissão de Minas e Energia, recebo centenas de denúncias de abuso de autoridade, de desmando da empresa, de desrespeito. Estamos anexando essas denúncias que chegaram, que não batem com a nota que essa empresa encaminhou, e queremos que a Câmara de Vereadores de Manaus, que aprovou o código de postura de Manaus e o plano diretor, IMPLURB e os órgãos municipais também se manifestem, porque eles também podem”, concluiu.

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

Autismo: Todos na mesma maré, mas em embarcações diferentes.

- Gretchen Stipp

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank