Amazonas não terá prioridade na vacinação contra a Covid-19, diz Pazuello

Segundo ele, a vacinação será disponibilizada em todo o país sem dar prioridade ou preferência a nenhuma região.

Redação AM POST

O Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse na manhã desta segunda-feira (11), durante coletiva de imprensa em Manaus, que o Estado não terá prioridade na vacinação contra a Covid-19.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o ministro, o plano de vacinação contra a Covid-19 deve começar no dia 20 de janeiro, em todo o território nacional. Sem dar prioridade ou preferência a nenhuma região.

“A prioridade é do Brasil todo, e isso vai servir como um exemplo para o mundo. Cerca de oito grupos prioritários já estão definidos”, frisou Pazuello.

A vacinação deve dar início no Amazonas devido ao aumento de casos do novo coronavírus, no entanto, não haverá preferência.

Continua depois da Publicidade

O governador do Estado, Wilson Lima, se pronunciou em seguida e pediu preferência em pelo menos algumas vacinas à mais.

“Peço que o Amazonas tenha prioridade, pelo menos em número de vacinas. Aqui temos a questão dos ribeirinhos, dos indígenas”, pediu Lima.

Continua depois da Publicidade

De acordo com os levantamentos de pesquisas, o Amazonas é o segundo estado com maior número de transmissão do vírus. O boletim epidemiológico divulgado no domingo (10), totalizou 213.961 casos do novo coronavírus, sendo 965 novos casos em 24h.