Amazonas

Auxílio Estadual: Wilson Lima inicia entrega dos cartões a mais de 8 mil famílias de Parintins

Com o benefício, Governo do Amazonas vai injetar mais de R$ 1,2 milhão na economia do município, mensalmente.

Redação AM POST

O governador Wilson Lima iniciou, na manhã desta sexta-feira (26/11), a entrega do Auxílio Estadual permanente aos moradores de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). Somente no município, serão beneficiadas 8.519 famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Com o auxílio, o Governo do Amazonas vai injetar mais de R$ 1,2 milhão em recursos na economia da localidade, mensalmente.

Continua depois da Publicidade

A entrega dos cartões do Auxílio Estadual permanente está sendo feita em duas unidades de ensino, a Escola Estadual Tomaszinho Meirelles (GM3) e o Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Deputado Gláucio Gonçalves, e deverá seguir até quarta-feira (1°/12). Para a ação em Parintins, o Governo do Estado mobilizou cerca de 60 servidores, divididos nos dois pontos.

“Esses cartões são destinados para pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza, principalmente nesse momento em que muitos dos nossos irmãos perderam emprego, muitos não têm mais a fonte de renda que tinham. É um cartão que pode ser utilizado no comércio, e a família tem a liberdade para comprar o alimento, ou o medicamento, ou uma botija de gás, o que ela estiver precisando mais, nesse momento”, destacou Wilson Lima.

Ao todo, mais de 140 mil famílias já foram contempladas pelo benefício do Governo do Amazonas, sendo 121,7 mil na capital e 19,2 mil no interior.

Continua depois da Publicidade

Além de Wilson Lima, participaram da entrega dos cartões, em Parintins, a primeira-dama, Taiana Lima; os deputados Saullo Vianna, Cabo Maciel e Tony Medeiros; o prefeito do município, Bi Garcia; o vereador de Manaus, Jander Lobato; e secretários municipais e estaduais.

No município, o governador também visitou o Centro de Costura Dona Cota, que completa dez anos hoje e que oferta à população cursos de costura, capitonê e patch apliquê.

Continua depois da Publicidade

Felicidade – A agricultora Liandra dos Santos, de 23 anos, é moradora da Vila de Caburi e foi uma das contempladas. Ela, que é mãe de três filhos, afirmou que o benefício representa “muita coisa”.

“Meu marido ficou desempregado e vai ajudar minhas filhas, porque, quando ele saiu do trabalho, passamos por muita necessidade. Eu fiquei muito feliz de ser contemplada com esse cartão, então, para falar a verdade, eu vim até sem o dinheiro de pagar a passagem, vim com dinheiro emprestado”, contou Liandra.

Continua depois da Publicidade

Ela diz que agora vai poder botar comida dentro de casa. “É muito importante eu receber esse cartão, porque eu vou poder fazer meu rancho. Aí, não vamos mais passar por tanta coisa”, completou a agricultora.

O também agricultor Ladimir Pantoja, 54, mora na Comunidade Aicurapá com a esposa e cinco filhos. Emocionado, ele agradeceu o benefício.

“Sei que vai ser uma grande ajuda para a gente que tem a renda baixa e trabalha na agricultura, é uma grande ajuda. Então, o meu muito obrigado. (…) Em primeiro lugar, eu quero agradecer o governador Wilson Lima, que ele está nos ajudando, ajudando as pessoas que precisam, muito obrigado”, reforçou Ladimir.

A entrega do benefício é feita somente para o titular do cartão, mediante apresentação de documento de identificação com foto, coleta de assinatura na cautela e registro no aplicativo Sasi.

Para conferir se é beneficiário, é preciso acessar o site www.auxilioestadual.com.br. O site também informa quando e onde o cartão será entregue.

Cronograma – Além de Parintins, o Governo do Estado inicia, nesta sexta-feira, a entrega do Auxílio Estadual permanente em outros oito municípios. São eles: Maués, Anamã, Anori, Caapiranga, Codajás, Japurá, Maraã e Uarini. Com as novas localidades atendidas, são 27 cidades do interior contempladas até o momento.

Na segunda-feira (29/12), os cartões passarão a ser entregues também em Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Sebastião do Uatumã, Urucará e Urucurituba.

Sobre o auxílio – O Auxílio Estadual permanente já é considerado o maior programa estadual de transferência de renda do país, garantindo a segurança alimentar de milhares de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Em todo o Amazonas, 300 mil famílias deverão ser atendidas com o benefício de R$ 150 mensais, sendo 142 mil somente no interior.

* Com informações da assessoria de imprensa