Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Bancos de areia se formam no Encontro das Águas e ameaçam locomoção de balsas e navios

A severa vazante tem afetado a locomoção entre a capital e os municípios do interior do Amazonas.

  • Por AM POST

  • 02/10/2023 às 21:11

  • Atualizado em 02/10/2023 às 21:40

  • Leitura em dois minutos

Amazonas – As balsas que fazem a travessia do porto da Ceasa, em Manaus, ao município do Careiro da Várzea, na BR-319, estão enfrentando problemas sérios devido ao encalhe em bancos de areia. Bancos de areia se formam no encontro das águas dos rios Negro e Solimões, dificultando a passagem das pesadas embarcações que transportam veículos e passageiros.

Não são apenas as balsas que estão sendo afetadas por esse problema. Os grandes navios cargueiros também estão encalhando nessas praias de areia e barro, movidos no calado dos rios pelas correntezas. Essa situação tem impactado não apenas o transporte entre Manaus e o município do Careiro da Várzea, mas também o abastecimento das cidades da região.

PUBLICIDADE

Uma das causas desse problema é a severa vazante dos rios do Amazonas. A redução do nível da água acentua a formação dos bancos de areia e dificulta a navegação. O transporte fluvial é essencial para o deslocamento das pessoas e o escoamento da produção na região, por isso, qualquer obstáculo enfrentado pelas embarcações afeta diretamente a economia e a vida dos moradores.

Veja mais matérias sobre estiagem no Amazonas

Além disso, os trabalhadores das lanchas que realizam a travessia relatam que há um problema adicional quando ocorre o encalhe. O resgate das embarcações pode ser demorado, o que gera desconforto e atrasos para os passageiros. Em alguns casos, as balsas chegam a ficar atoladas por vários dias nas praias lamaçentas, causando transtornos e prejuízos para todos envolvidos.Diante dessa situação, é necessário que as autoridades competentes realizem estudos e implementem medidas para minimizar o impacto do encalhe das balsas e navios. É fundamental que sejam feitas intervenções nos trechos mais críticos, como a dragagem dos bancos de areia, a fim de garantir uma navegação segura e eficiente. Além disso, é importante que sejam adotados sistemas de acompanhamento e monitoramento das condições do rio, para que sejam identificados e evitados possíveis pontos de encalhe.

A resolução desses problemas é essencial para garantir a mobilidade das pessoas e o desenvolvimento econômico da região. O transporte fluvial é uma parte fundamental da infraestrutura amazônica, e seu bom funcionamento é essencial para a conectividade e o progresso da Amazônia.

PUBLICIDADE

Redação AM POST*

O AM Post apoia a causa autista
blank

Um anjo pergunta à Deus: O que é um autista? E Deus lhe responde: É um de vocês que permito descer à Terra!

- Lu Lena

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank