Caminhões que transportam oxigênio de Rondônia para a Manaus, ficam atolados na BR-319

O comboio agora enfrenta o maior desafio da viagem, que é o trecho dos atoleiros e piscinões.

Redação AM POST

Um comboio de quatro caminhões tanques carregados de oxigênio com destino a Manaus pela BR-319 (Manaus-Porto Velho), enfrenta na estrada buracos e lama.

Continua depois da Publicidade

Os veículos transportam doação de 100 mil metros cúbicos de oxigênio, fornecidos pelo Governo Federal e devem chegar a capital amazonense do domingo (24) após cinco dias de viagem.

De acordo com a Associação dos Amigos e Defensores da BR-319, que mantém informações atualizadas 24 horas sobre as condições de tráfego da rodovia, o comboio agora enfrenta o maior desafio da viagem, que é o trecho dos atoleiros e piscinões.

Para dificultar ainda mais, caminhões atolados no percurso da estrada dificultam a passagem do comboio. “A pista está um sabão, carro pequeno nem meta as caras”, informa um motorista da Associação em um vídeo gravado na última quarta-feira (20) que mostra como estão as condições atuais da BR-319, que as carretas estão enfrentando para chegar com o oxigênio até Manaus.

Continua depois da Publicidade

Os caminhões são escoltados pela Polícia Rodoviária Federal e contam com o apoio do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit), que acompanha o comboio transportando duas retroescavadeiras em carretas para superar os atoleiros.