Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Codam aprova R$ 698 milhões em investimento para o Polo Industrial de Manaus

Com os projetos aprovados, estima-se a criação de 991 empregos nos próximos três anos, além da realocação de 403 postos de trabalho dentro das próprias indústrias.

  • Por AM POST

  • 20/06/2024 às 21:55

  • Atualizado em 20/06/2024 às 21:04

  • Leitura em cinco minutos

A 308ª reunião ordinária do Conselho de Desenvolvimento do Amazonas (Codam), realizada nesta quinta-feira (20/06), aprovou 44 projetos industriais que somam investimentos estimados em R$ 698 milhões. Esses projetos preveem a criação de 991 empregos nos próximos três anos, além da realocação de 403 postos de trabalho dentro das próprias indústrias. A solenidade foi conduzida virtualmente no auditório da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), localizada no bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus, sob a presidência do titular da pasta, Serafim Corrêa.

Dos 44 projetos aprovados, 15 são de implantação, 27 de diversificação e dois de atualização. As empresas têm um prazo de até três anos para implementar os projetos aprovados, conforme a legislação vigente.

PUBLICIDADE

“O Codam é um grande fórum do Estado do Amazonas para discutirmos desenvolvimento. Ele tem a responsabilidade, na sua pluralidade, de apreciar, aprovar e até mesmo rejeitar projetos que sejam submetidos ao seu crivo. No dia de hoje, a alegria de termos aprovado 44 projetos com investimentos de quase R$ 700 milhões e geração de quase 1000 novos empregos,” destacou o titular da Sedecti, Serafim Corrêa.

Destaques

Na pauta de projetos aprovados destacam-se diversas iniciativas significativas para o desenvolvimento industrial no Amazonas. A Yamaha Motor da Amazônia se destaca com um investimento previsto de R$ 13,9 milhões em um projeto de diversificação voltado para a produção de motonetas elétricas, resultando na criação de 147 novos empregos.

PUBLICIDADE

A Cal Comp Indústria e Comércio de Eletrônicos e Informática Ltda também apresenta um projeto ambicioso, com um aporte de aproximadamente R$ 83 milhões para a fabricação de televisores em cores com tela de cristal líquido, que deverá gerar 66 novos empregos e realocar outros quatro. Outro destaque é a Venttos Indústria e Comércio de Componentes Eletrônicos Ltda, que planeja investir R$ 81,9 milhões na implantação de uma linha de produção de condicionadores de ar “split system”, prevendo a criação de 162 novos postos de trabalho.

A Salcomp Industrial Eletrônica da Amazônia Ltda está envolvida em dois projetos de diversificação, com um investimento total de R$ 77,7 milhões destinados à fabricação de fontes de alimentação para luminárias de lâmpadas LED e carregadores de bateria para “smartwatch”, o que resultará na geração de 39 novos empregos e na realocação de 91 trabalhadores.

PUBLICIDADE

Panorama do PIM

Durante o evento, o secretário-executivo de Desenvolvimento Econômico da Sedecti, Gustavo Igrejas, apresentou um panorama do Polo Industrial de Manaus (PIM), conforme dados da Superintendência da Zona Franca da Manaus (Suframa). Entre janeiro e março de 2024, o PIM alcançou um faturamento de 9,5 bilhões de dólares, representando um crescimento de 10,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

PUBLICIDADE

“O faturamento da Zona Franca de Manaus este ano começou com cerca de 10,4 bilhões de dólares nos três primeiros meses. Isso nos leva a projetar que podemos chegar muito perto do nosso recorde de faturamento, que foi de 41 bilhões de dólares em 2011. Este ano, a tendência é que alcancemos cerca de 40 bilhões de dólares ou até ultrapassemos esse valor. Os nossos principais setores continuam sendo os tradicionais: bens de informática e o setor de eletroeletrônica. Quem tem se destacado e retornado ao seu patamar histórico de produção é o setor de duas rodas, impulsionado principalmente pelas motocicletas”, afirmou Igrejas.

Os principais produtos fabricados no PIM incluem motocicletas (15,1%), TVs LCD/OLED (11,5%), celulares (8,5%), placas para bens de informática (6,5%), condicionadores de ar “split” (6,3%) e concentrados (5,6%). A média de mão de obra em 2024 no Polo Industrial de Manaus é de 116,4 mil trabalhadores.

Em 2024, já foram contabilizados 114 projetos aprovados, demonstrando uma tendência positiva e consistente. O ano de 2023 destacou-se com a aprovação de 257 projetos, o maior número desde 2015. As expectativas para o segundo semestre de 2024 são ainda mais otimistas, com projeções indicando um desempenho superior ao do primeiro semestre.

Participantes

A reunião contou com a participação remota de diversas autoridades e representantes de entidades, incluindo o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo; o superintendente-adjunto Executivo da Suframa, Luiz Frederico Aguiar; o diretor executivo da Federação do Comércio do Estado do Amazonas (Fecomércio), Igo Viana; além de representantes da Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (Sefaz), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Prefeitura de Manaus, Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Secretaria de Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Setemp), Federação da Agricultura do Estado do Amazonas, Associação das Indústrias e Empresas de Serviços do Polo Industrial de Amazonas, e Federação dos Trabalhadores na Indústria do Estado do Amazonas.

O AM Post apoia a causa autista
blank

Autismo: Todos na mesma maré, mas em embarcações diferentes.

- Gretchen Stipp

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank