Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Combate à erotização de crianças e adolescentes em escolas fica mais rígido no AM, com Lei de Delegado Péricles

O novo formato da Lei, inclui a descrição do que é considerado conteúdo erótico ou sexual.

  • Por AM POST

  • 15/05/2024 às 14:38

  • Leitura em dois minutos

A legislação estadual (Lei nº 5.039, de 02 de dezembro de 2019) que proíbe a realização de apresentações com conteúdos eróticos na rede pública de ensino, ficou ainda mais rigorosa no Estado, após a aprovação do Projeto de Lei (PL) nº 1124/2023 de autoria do Deputado Delegado Péricles, na manhã desta quarta-feira (15) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Com as modificações a legislação passa a vigorar com a seguinte redação: “Dispõe sobre a proibição de apresentações com músicas e danças com conteúdo erótico ou sensual para crianças e adolescentes e a inclusão de medidas de conscientização, prevenção e combate à erotização infantil (sexualização precoce) nas escolas públicas do Estado do Amazonas.”

PUBLICIDADE

“Temos o dever moral e jurídico de proteger nossas crianças e adolescentes. Infelizmente, a prática da erotização precoce é algo que atualmente assombra as escolas. Não vamos aceitar a normalização desses atos e o combateremos com pulso firme. A aprovação dessas modificações na legislação atual, é um passo firme na proteção e defesa da inocência das nossas crianças e adolescentes”, ressaltou Delegado Péricles, na defesa da matéria.

O novo formato da Lei, também inclui a descrição do que é considerado conteúdo erótico ou sexual, e enfatiza os motivos pelos quais a norma foi criada. De acordo com o novo texto, são considerados eventos e apresentações eróticas aqueles que apresentarem músicas/danças que apresentem termos pejorativos relacionados à sexualidade ou ato sexual.

Estão incluídas nas proibições da Lei, eventos abertos ou fechados ao público escolar.

PUBLICIDADE

Direito da Pessoa com Câncer

Também na Sessão Plenária desta quarta-feira (15), o deputado estadual Delegado Péricles (PL), conseguiu a aprovação do Projeto de Lei nº 94/2024, que altera a Lei nº 4.679, de 5 de novembro de 2018 que INSTITUI o Estatuto da Pessoa com Câncer no Estado do Amazonas.

PUBLICIDADE

Com a nova redação, pacientes que estejam com suspeita de neoplasia maligna: paciente com prognóstico que pode indicar provável câncer e esteja aguardando confirmação de diagnóstico, terá a garantia de 30 dias para a entrega dos resultados de exames, após sua realização.

Outros PLs aprovados

PUBLICIDADE

Outros cinco Projetos de Lei assinados por Delegado Péricles, foram aprovados na manhã desta quarta-feira. Os projetos seguem para a sanção governamental.

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank