Diretoria do Boi Caprichoso se pronuncia após prisão do presidente Jander Barbosa

O presidente da agremiação é suspeito de participar de esquema de fraudes em licitações para transporte escolar em Presidente Figueiredo.

Redação AM POST

A diretoria do Boi Caprichoso, emitiu uma nota na tarde desta segunda-feira (23) após a prisão do presidente da agremiação, Jender Lobato, e o ex-vice presidente, Sérgio Viana, durante operação da Polícia Federal na manhã de hoje.

Continua depois da Publicidade

Jander e os demais investigados, dentre eles o deputado estadual Saullo Vianna (que compõe a base parlamentar de Wilson Lima na Assembléia Legislativa do Amazonas – Aleam, são suspeitos de participação em esquema de fraudes em licitações para transporte escolar em Presidente Figueiredo.

De acordo com a nota, a diretoria do boi azul aguarda as informações e afirmou que não há acusações formais contra Jander e Sérgio.

“A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso aguarda o transcorrer das investigações, pois até o presente momento não existe nenhuma acusação formal feita contra o presidente Jender Lobato e nem contra o ex-vice presidente Sérgio Viana”, disse parte da nota.

Continua depois da Publicidade

Afirmam ainda que aguardam o resultado das investigações para que se dê um veredito.

“Conforme dispõe nossa Constituição Federal, ninguém será considerado culpado enquanto não houver decisão definitiva da Justiça, devendo se resguardar o contraditório, ampla defesa e o devido processo legal”, completou.

Continua depois da Publicidade

Leia a nota na íntegra:

Nação Azul e Branca!

Continua depois da Publicidade

A diretoria do Boi Caprichoso, tomando conhecimento do fato ocorrido hoje pela manhã na capital do Estado do Amazonas, acompanha atentamente as informações que envolvem o nome do presidente Jender Lobato e do ex-vice presidente, Sérgio Viana, para que, no momento oportuno, possa se pronunciar a respeito!

A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso aguarda o transcorrer das investigações, pois até o presente momento não existe nenhuma acusação formal feita contra o presidente Jender Lobato e nem contra o ex-vice presidente Sérgio Viana.

Conforme dispõe nossa Constituição Federal, ninguém será considerado culpado enquanto não houver decisão definitiva da Justiça, devendo se resguardar o contraditório, ampla defesa e o devido processo legal.

Considerando que se trata de uma investigação recém iniciada, não é possível se concluir nada, reafirmando-se a total confiança no Poder Judiciário e que, ao final, tudo será devidamente esclarecido.

Karu Carvalho – vice presidente