Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Em Borba, banco é autuado pelo Procon-AM por demora no atendimento ao público

Segundo os agentes de fiscalização, clientes esperavam pelo atendimento por mais de uma hora.

  • Por AM POST

  • 03/04/2024 às 14:49

  • Leitura em dois minutos

Foto: Divulgação/ Procon-AM

Notícias do Amazonas – O Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas (Procon-AM) autuou o banco Caixa Econômica Federal, no município de Borba (a 151 quilômetros de Manaus), por demora no atendimento ao público. O caso foi registrado nesta terça-feira (03/04).

De acordo com a equipe de fiscalização, os clientes aguardavam mais de uma hora na fila para receber o atendimento, o que infringe a Lei Estadual 5.867/2022 (Lei das Filas), que determina que o tempo de espera, em agências bancárias e correspondentes, estabelecimentos de crédito e casas lotéricas, não pode ser superior a 30 minutos em dias normais.

PUBLICIDADE

“Estamos realizando uma série de fiscalizações no interior do estado e, em Borba, identificamos essa situação. Os clientes estavam aguardando pelo menos uma hora para receber o atendimento, sendo que a Lei da Filas estipula os prazos específicos para cada situação. A agência foi autuada e pode ser multada pelo descumprimento da Lei”, explicou o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Nas agências bancárias e similares, conforme a Lei, o tempo de espera deve ser de 30 minutos em dias normais; 40 minutos às vésperas e após os feriados prolongados; e 50 minutos nos dias de pagamento de servidores públicos municipais, devido à complexidade de serviços prestados nesses estabelecimentos.

Força-tarefa

PUBLICIDADE

Ainda segundo o diretor-presidente do órgão, em março, o Procon-AM iniciou uma força-tarefa para apurar reclamações de consumidores em sete municípios da região do rio Madeira. As fiscalizações já ocorreram nas cidades de Humaitá, Manicoré, Novo Aripuanã e agora em Borba. Os próximos municípios a serem atendidos são Nova Olinda do Norte e Urucurituba.

A proposta das ações é, principalmente, combater irregularidades de ordem consumerista em estabelecimentos como bancos, supermercados e postos de combustíveis, também orientar a população sobre direitos, promovendo cidadania nessas localidades.

PUBLICIDADE

 

*Com informações da assessoria 

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank