Em conferência com ministro da Infraestrutura, deputado Pablo faz prestação de contas do trabalho em defesa da BR-319

O deputado destaca que antes mesmo de tomar posse como parlamentar, em fevereiro de 2019, tinha conversado com a equipe de transição do governo Bolsonaro.

Redação AM POST

No final de março, a BR-319 completou 44 anos de inaugurada, ligando o Amazonas ao Estado de Rondônia. Para marcar a data, o deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo (PSL-AM), gravou um vídeo para as redes sociais onde faz a prestação de contas das atividades parlamentares em defesa da estrada.

Continua depois da Publicidade

O deputado destaca que antes mesmo de tomar posse como parlamentar, em fevereiro de 2019, tinha conversado com a equipe de transição do governo Bolsonaro. A ideia era mostrar aos técnicos do novo governo qual a importância da rodovia para o desenvolvimento e geração de empregos no Amazonas.

Pablo relembra que, ainda no tempo da transição, conversou com o engenheiro militar Tarcísio Freitas, que semanas depois foi nomeado ministro da Infraestrutura.

“Conversei com o ministro Tarcísio Freitas antes mesmo dele assumir o ministério. Falamos sobre a importância da rodovia, que há quase duas décadas não era recuperada”, lembra Pablo.

Continua depois da Publicidade

O deputado explicou ao ministro a importância que a BR-319 possui para ligar o Amazonas ao resto do Brasil. “Explique ao ministro que a estrada era fundamental para tirar o Amazonas do isolamento”, ressalta Pablo. “Expliquei também as dificuldades em obter licenças ambientais, que sempre atrasaram a recuperação da estrada”, acrescentou.

No mesmo vídeo das redes sociais, Tarcísio Freitas destaca que a rodovia é um projeto prioritário para o governo Federal. Segundo o ministro, a meta neste momento é conseguir as licenças ambientais.

Continua depois da Publicidade

“As máquinas estão prontas para iniciar as obras nos trechos que faltam ser recuperados”, garantiu o ministro. Ele destacou também o compromisso do deputado Pablo em buscar recursos para as obras não serem interrompidas.

*Com informação da Assessoria de Imprensa

Continua depois da Publicidade