Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Empresa aérea é condenada a pagar R$ 3 mil à passageira por mala danificada no AM

A passageira relatou que a mala estava com cadeados e zíperes abertos.

  • Por AM POST

  • 06/05/2024 às 19:50

  • Leitura em 1 minuto

A juíza Tamiris Gualberto Figueirêdo, titular da Vara Única da Comarca de Barcelos, determinou que uma empresa aérea indenize uma passageira em R$ 3 mil por danos morais devido à violação de uma mala durante uma viagem.

De acordo com os documentos do processo, a passageira percebeu o dano ao chegar ao aeroporto e encontrar sua mala violada, com cadeados e zíperes abertos. Além disso, constatou que um vidro de perfume no valor de R$ 400 não estava mais em sua bagagem.

PUBLICIDADE

A empresa reconheceu o registro da irregularidade, mas afirmou que não se responsabiliza pela danificação da bagagem. A oferta de um voucher compensatório de U$ 40, não aceito pela passageira, foi mencionada em sua defesa.

Na sentença, a juíza considerou a negligência da empresa no manuseio da bagagem e concedeu a indenização por danos morais, argumentando que a situação ultrapassou um mero aborrecimento. No entanto, a indenização por danos materiais não foi concedida devido à falta de comprovação dos valores do prejuízo pela passageira.

A magistrada ressaltou que, na relação de consumo, a empresa deve responder pelos transtornos causados pela má prestação do serviço, independentemente de culpa, conforme previsto no Código de Defesa do Consumidor.

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

O autismo é um Universo Paralelo que incessantemente pede permissão para fixar-se no terreno dos saberes.

- JESUS,D.F

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank