Ex-coreógrafo do Boi Caprichoso morre vítima da covid-19 no Amazonas

Evandro de Oliveira Souza teve piora em seu quadro e não resistiu.

Redação AM POST

O arte-educador, Evandro de Oliveira Souza, morreu nesta segunda-feira (3), após complicações em seu quadro de covid-19. Ele veio a óbito no município de Parintins (distante a 369 quilômetros de Manaus).

Continua depois da Publicidade

Além de ter sido coreógrafo do Boi Caprichoso, ele também era acadêmico do mestrado Profissional em Artes na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Em nota divulgada pela Ufam, a diretora da FAARTES, professora Rosemara Staub, prestou suas condolências pela morte de Evandro.

“Lamentamos profundamente a perda desse artista, professor, pesquisador tão talentoso, que viveu de forma brilhante os melhores momentos da sua juventude trabalhando com as Artes Visuais, a Música e a Dança. Nós, alunos e professores do ProfArtes, também lamentamos muito, porque o seu projeto era muito interessante e poderia render muitos frutos para o trabalho da pesquisa. Que ele esteja nos braços do Senhor, e que sua família e amigos sejam confortados”, disse Rosemara.

Continua depois da Publicidade