Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Família de ‘Passarão’ deve acionar justiça para que haja sepultamento do empresário que morreu em maio, diz site

As cinzas do empresário foram entregues à esposa, que até o momento as mantém em sua própria residência.

  • Por AM POST

  • 24/08/2023 às 19:46

  • Atualizado em 25/08/2023 às 07:47

  • Leitura em 1 minuto

As cinzas do empresário José Ferreira de Oliveira, conhecido como “Passarão”, ainda não foram sepultadas mesmo tendo passado mais de três meses do seu falecimento. A decisão tomada pela esposa, Erisvanha Ramos, e tem revoltado a família do empresário que devem acionar a justiça. A informação foi divulgada pelo site BNC.

Os irmãos e filhos do empresário, se sentem indignados pois sequer foram convidados para prestar as últimas homenagens a “Passarão” que faleceu em 16 de maio no hospital Sírio-Libanês em São Paulo e foi cremado na madrugada do dia seguinte.

PUBLICIDADE

De acordo com o site, as cinzas do empresário foram entregues à esposa, que até o momento as mantém em sua própria residência. Isso vai contra o desejo do falecido de ser enterrado junto ao seu pai e irmão no cemitério da Colônia Antônio Aleixo.

O site também afirma que uma das irmãs de “Passarão” teria reclamado que a esposa escondeu dos familiares a doença que levou à morte do empresário, após um longo período de internação.

O BNC afirma que os advogados da família e herdeiros irão entrar com uma ação na Justiça para obrigar Erisvanha a realizar o enterro dos restos mortais. Erisvanha, que também é advogada, deve estar ciente de que a lei determina que o último desejo do falecido deve ser respeitado.

PUBLICIDADE

Veja também: Jovem é morto a tiros a caminho da casa da namorada em Manaus. Clique aqui e saiba mais.

Acompanhe nosso Podcast ao vivo em: Amazônia TV.  Clique aqui.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank