Amazonas

Feriado teve fluxo intenso de distribuição do Auxílio Estadual permanente

Todos os nove pontos de distribuição funcionaram normalmente para entrega de cartões aos beneficiários.

Redação AM POST

Nem mesmo o feriado da Proclamação da República, comemorado na segunda-feira (15/11), desacelerou o ritmo das entregas dos cartões do Auxílio Estadual em Manaus. No Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, zona norte, o dia foi de fluxo intenso para o recebimento do benefício.

Continua depois da Publicidade

Todos os nove pontos de distribuição funcionaram normalmente neste feriado para contemplar os beneficiários da iniciativa liderada pelo governador Wilson Lima e coordenada pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) e pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

O Auxílio Estadual é considerado o maior programa estadual de distribuição de renda do Brasil e vai atender 300 mil pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza com uma ajuda financeira mensal de R$ 150, de forma permanente.

Entre as beneficiárias do feriado está Deliane Queiroz, de 37 anos, moradora do bairro Santa Etelvina e mãe de cinco filhos. Ela afirmou que o auxílio vai garantir a comida na mesa da família.

Continua depois da Publicidade

“Vai ajudar em muita coisa: alimento, fraldas, remédios… Muitas pessoas estão sem renda, e esse valor com certeza é muito bem-vindo. O governo agiu na hora certa, e só tenho a agradecer a Deus por essa ajuda”, disse.

Outra moradora do Santa Etelvina, Fabiana Moreira, 39, também expressou gratidão ao receber o cartão nesta segunda-feira.

Continua depois da Publicidade

“Quem precisa sabe que esse auxílio chegou na hora certa. Tenho fé de que agora tudo vai melhorar e dar certo. Muito obrigada ao Governo do Amazonas por olhar para quem mais precisa e estender a mão”, declarou.

Ao todo, são nove pontos de distribuição espalhados pela cidade de Manaus, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h ao meio-dia. As entregas começaram na quarta-feira (10/11) e devem se estender até o dia 25 de novembro na capital. Somente aos domingos não haverá atendimento ao público.

Continua depois da Publicidade

* Com informações da assessoria de imprensa