Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Governador do Amazonas indica sócio para conselho da Cigás e é criticado

Samuel Assayag Hanan comandou em 2002, o polêmico processo de privatização do serviço de água de Manaus, que ficou conhecido como ‘venda da Cosama’.

  • Por AM POST

  • 12/03/2018 às 14:58

  • Atualizado em 13/03/2018 às 15:19

  • Leitura em dois minutos

O governador do Amazonas, Amazonino Armando Mendes (PDT) indicou o seu sócio, ex-vice-governador e ex-secretário de Estado da Fazenda Samuel Assayag Hanan, para a presidência do Conselho de Administração da Companhia de Gás do Estado (Cigás), que está passando pelo segundo processo de privatização, que deve envolver valores próximos a R$ 1 bilhão e deve ser critica está semana na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE/AM).

Hanan comandou, no governo de Amazonino, em 2002, o polêmico processo de privatização do serviço de água de Manaus, que ficou conhecido como ‘venda da Cosama’. De acordo com documento da Junta Comercial de São Paulo (Jucesp), Amazonino é sócio de Hanan na SMD Consultoria Ambiental e Empresarial Ltda., com capital social de R$ 400 mil. Também são sócios da empresa Marcelo Falcone Hanan e Daniel Falcone Hanan.

PUBLICIDADE

A reportagem tentou ouvir o governador, via Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom), que não respondeu sobre a sociedade. A Secom informou, apenas, que não havia decisões do governo sobre mudanças na direção da Cigás. Em dezembro, Hanan integrou, como assessor especial de Economia e Finanças do Estado, a comitiva de Amazonino aos Estados Unidos para reunião com o ex-prefeito de Nova Iorque (EUA), Rudolph Giuliani.

O deputado, Serafim Correa, afirmou que a indicação não é correta e que o governador está misturando o público com o privado e disse que espera que o Ministério público do Estado (MPE) “acorde desse sono profundo, sob pena de ser conivente”.

Outro deputado que mostrou indignação com a indicação foi Platiny Soares que classificou o ato como ‘imoral’. “Atos dos governador Amazonino praticados, hoje, com a cabeça de que está no seculo passado, são completamente imorais. São os mesmo atores para umanovela diferente”, destacou.

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

O autismo não limita as pessoas. Mas o preconceito sim, ele limita a forma com que as vemos e o que achamos que elas são capazes.

- Letícia Butterfield

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank