Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Governo do Amazonas acompanha a chegada do primeiro navio com materiais para o complexo termelétrico Azulão

As usinas terão capacidade de abastecer 3,8 milhões de residências.

  • Por AM POST

  • 09/04/2024 às 14:58

  • Leitura em três minutos

Foto: Bruno Leão

Notícias do Amazonas – O Governo do Amazonas, por meio do titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Serafim Corrêa, e do secretário de Energia, Mineração e Gás (Semig), Ronney Peixoto, acompanhou, nesta terça-feira (09/04), no Porto Chibatão, localizado no bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul de Manaus, a chegada do primeiro navio proveniente da China, contendo tubos destinados ao Complexo Termelétrico Azulão 950, da empresa concessionária de gás natural Evena, em Silves ( distante 204 quilômetros da capital). As usinas terão capacidade de abastecer 3,8 milhões de residências.

De acordo com Serafim Corrêa, este projeto é importante para a interiorização do desenvolvimento econômico, pois está sendo implantado em Silves para a interligação Tucuruí-Macapá-Manaus, mais conhecido como Linhão de Tucuruí e seguindo para todo o Brasil.

PUBLICIDADE

“Estamos aqui para dar as boas-vindas a um navio que veio da China trazendo o primeiro carregamento de partes e peças destinadas à usina de Azulão. O navio chama-se Koga Solution e trouxe os tubos do gasoduto que irão conectar um ponto ao outro”, pontuou.

Serafim destacou que o complexo termelétrico, que engloba as usinas termelétricas Azulão I e II, terá, em conjunto, uma capacidade instalada de 950 MW. “Com o funcionamento da usina de Azulão, o Amazonas se tornará exportador de uma energia mais limpa do que aquela gerada pelo diesel, marcando assim o caminho da transição energética. O governo do Amazonas apoia e atrai investimentos estruturantes como este da Eneva”, afirmou.

blank

Foto: Bruno Leão

O titular da Semig explicou que o material que chegou no porto Chibatão seguirá em quatro balsas até Silves. No total, estão previstos, em média, 25 navios que trarão turbinas, geradores e caldeiras.

PUBLICIDADE

“Estamos vivenciando esse momento, que é histórico para o Amazonas, o primeiro navio com material da Eneva, que depois daqui vai para quatro balsas até Silves. Este empreendimento é muito importante para o desenvolvimento do Amazonas, Silves, Itapiranga e outros municípios, levando qualidade de vida para a população, oportunidades de emprego, de trabalho, de negócios”, disse Ronney.

*Projeto*

PUBLICIDADE

Em 25 de março deste ano, o governador Wilson Lima, e a empresa concessionária de gás natural Eneva anunciaram um investimento de R$ 5,8 bilhões no campo de Azulão, localizado no município de Silves (a 204 quilômetros de Manaus). Conforme o plano divulgado pela Eneva, serão construídas duas usinas termelétricas, com a promessa de gerar 5 mil empregos.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o Amazonas possui a maior reserva de gás em terra do país, o que representa um grande potencial para o estado, considerando o avanço na utilização em empreendimentos comerciais, unidades residenciais, indústrias e veículos.

PUBLICIDADE

 

*Com informações da assessoria 

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank