Governo do Amazonas só chamou aprovados em concurso do Idam por causa de determinação da justiça, diz deputado

Desde o início de 2019, os aprovados do concurso, cobram do governador Wilson Lima as suas devidas convocações, que ao invés de chamá-los optava por contratar terceirizados.

Redação AM POST

Na manhã desta quinta-feira (22) o deputado Dermilson Chagas (Podemos) disse que se os 227 aprovados do concurso do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) não tivessem entrado na justiça para garantir o chamamento, o Governo do Amazonas não teria convocado.

Desde o início de 2019, os aprovados do concurso, cobram do governador Wilson Lima as suas devidas convocações, que ao invés de chamá-los optava por contratar terceirizados da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (AADESAM,), considerados para o deputado Dermilson como apadrinhados políticos.  

Continua depois da Publicidade

Por conta disso, os aprovados tiveram que entrar com uma Ação Civil na 5ª Vara de Fazenda Pública do Amazonas para informa a existência de terceirização ilegal na contratação de pessoal, por meio do contrato entre o Idam e AADESAM, em detrimento dos candidatos aprovados no concurso público.

A Ação foi aceita e por meio de uma liminar, a justiça obrigou o Estado a revogar o contrato e empossar os aprovados. O evento de posse ocorreu na última quarta-feira (21). 

Para Dermilson a convocação significa vitória para os aprovados que tiveram que recorrer na justiça para garantir o que é de direito. “Vieram aqui na Assembleia, falaram conosco e nós cobramos inúmeras vezes nas redes sociais e nesta tribuna. E ontem foi uma concretização de todo um trabalho. É uma pena que tiveram todo esse trabalho, mas é uma grande vitória. Infelizmente o governador não quer o bem do setor primário, mas pelo menos a justiça do Amazonas quer”, disse.  

Continua depois da Publicidade

Dermilson ainda espera que o Governo do Amazonas forneça toda a estrutura necessária para os nossos servidores concursados do Idam. “Que eles possam ter todas as condições de trabalho para que nosso agricultor e pescador lá no interior do Amazonas sejam atendidos por esses profissionais capacitados”.

* Com informações da Assessoria de Imprensa