Amazonas

Governo do Estado orienta moradores da Manaus 2000 sobre processo de reassentamento do Prosamin+

Certificação dos 550 imóveis cadastrados inicia na segunda-feira (22/11)


Redação AM POST

MANAUS – A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) e a Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab) realizaram, esta semana, ações de orientação aos moradores da área da Manaus 2000, que serão reassentados na nova etapa do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+). O objetivo é informar a comunidade local sobre o processo de certificação dos imóveis, que inicia segunda-feira (22/11).

Continua depois da Publicidade

A certificação é uma das etapas no processo de reassentamento de moradores de áreas de risco alcançadas pelo programa do Governo do Amazonas. Receberão os certificados moradores cadastrados cujos imóveis já possuem o selo do programa e que agora estarão aptos a abrir os processos de reassentamento na Suhab.

Na última quinta-feira (18/11), técnicos da UGPE e da Suhab reuniram-se com os membros do Grupo de Apoio Local (GAL), na Igreja Assembleia de Deus, localizada na área, para informá-los sobre o início da certificação dos imóveis. Inicialmente, 550 imóveis receberão os certificados.

O objetivo da reunião foi preparar a comunidade para o início desse processo e orientar sobre como será realizado. Com o certificado, o morador deverá se dirigir à Suhab, levando a documentação necessária, para abrir seu processo de reassentamento.

Continua depois da Publicidade

O Prosamin+, segundo o coordenador executivo da UGPE, engenheiro Marcellus Campêlo, tem como um dos seus pilares o diálogo e a construção dos seus projetos junto à comunidade. “Por isso, as reuniões com o GAL são tão importantes, pois seus membros prezam pelo interesse coletivo e atuam na disseminação de informações e facilitação da comunicação entre governo e a população”, destacou.

Ele explica que, conforme o avanço das obras, novas certificações irão acontecer até alcançar todos os 2.580 imóveis previstos para serem reassentados nas zonas sul e leste de Manaus, áreas de abrangência do Prosamin+.
Segundo o engenheiro da UGPE, Petrônio Gato, a reunião serviu para apresentar por onde começará o processo de certificação e atualização de dados dos beneficiários do programa, além de esclarecer sobre as atividades realizadas desde o início dos plantões sociais, no dia 15 de setembro.

Continua depois da Publicidade

*Com informações da assessoria de Imprensa