Amazonas

Justiça ouve sobrevivente e seis testemunhas de acusação no primeiro dia audiência do Caso Flávio

O homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos ocorreu no dia 29 de setembro de 2019.

Redação AM POST*

O primeiro dia de audiência de instrução sobre o assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos contou com depoimentos de um sobrevivente e seis testemunhas de acusação. A sessão foi realizada nesta terça-feira (27), no Fórum Henoch Reis, e deve seguir até quinta-feira (29).

Continua depois da Publicidade

São réus no processo: Alejandro Valeiko; que vai responder por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, omissão penalmente relevante e ocultação de cadáver; Elizeu da Paz de Souza, policial militar que estava lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus e, conforme investigações, seria segurança de Alejandro; responde por homicídio triplamente qualificado, fraude processual, tentativa de homicídio e ocultação de cadáver; Mayc Vinicius Teixeira Parede – que confessou o crime e responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e ocultação de cadáver; Paola Valeiko Molina deve responder por fraude processual e José Edvandro Martins de Souza Junior; que responde por denúncia caluniosa.

O homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos ocorreu no dia 29 de setembro de 2019, após uma festa na casa de Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira dama, Elizabeth Valeiko. Segundo a polícia, os amigos estavam na casa de Alejandro Valeiko bebendo e usando drogas.

A primeira oitiva foi com a testemunha sobrevivente Elielton Magno de Menezes, por meio de videochamada. Depois, seis testemunhas de convocadas pelo Ministério Público do Amazonas (Acusação) prestaram depoimentos.

Continua depois da Publicidade

Os questionamentos da promotoria duraram até 11h50. Já os advogados de defesa começaram a fazer as perguntas às 11h51. A audiência foi interrompida, para intervalo, às 12h37 e deverá ser retomada dentro de 1 hora.

De acordo com o juiz que está a frente da audiência, Celso Souza de Paula, o MP-AM listou oito testemunhas para serem ouvidas nesta terça, mas duas delas não compareceram.

Continua depois da Publicidade

“Hoje nós ouvimos a vítima sobrevivente e seis testemunhas arroladas pelo MP. Ocorreu tudo dentro do esperado. Várias informações foram trazidas para o processo e amanhã vamos continuar com as testemunhas chamadas pela defesa”, informou o delegado.

Para o segundo dia de audiência, nesta quarta-feira (28), as oitivas devem iniciar às 9h. Segundo o magistrado, cerca de 25 testemunhas de defesa devem ser ouvidas, além de peritos que atuaram no caso.

Continua depois da Publicidade

*Com informações do G1