Manifestação: Donos de flutuantes querem reunião com Wilson Lima para reverter decreto contra coronavírus

Eles vão apresentar ao governo do Estado uma proposta que permita o funcionamento das praias e flutuantes, sem correr o risco de propagar o coronavírus entre os banhistas.

Redação AM POST

Proprietários e funcionários de flutuantes da orla de Manaus estarão reunidos nesta quarta-feira (28), às 10h, em frente à sede do Governo do Amazonas, para uma manifestação contra o fechamento de praias, bares e restaurantes anunciado ontem pelo governador Wilson Lima.

Os organizadores da manifestação esperam reunir mais de 100 pessoas na avenida Brasil, bairro da Compensa, onde vão tentar uma reunião com o governador do Amazonas.

Continua depois da Publicidade

A mobilização vai reunir representantes dos flutuantes Arco-Íris, Banzeiro, Bubuia, Aruba, Beija Flor, Vegas, Arpoador, Por do Sol, Tarumã Bar, Flutupier 14 e Califórnia Dreamsu, entre outros.

Eles vão apresentar ao governo do Estado uma proposta que permita o funcionamento das praias e flutuantes, sem correr o risco de propagar o coronavírus entre os banhistas.

Os organizadores pretendem interditar a avenida Brasil até que sejam recebidos pelo governador ou vice-governador.

Continua depois da Publicidade