Amazonas

Maternidade Dona Nazira Daou retoma realização de laqueaduras e vasectomias

Meta é que 112 procedimentos sejam executados, por mês, pelo ambulatório de Planejamento Familiar


Redação AM POST*

MANAUS – A Maternidade Dona Nazira Daou, unidade da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), retomou, nesta quarta-feira (17/11), a realização de cirurgias de laqueaduras e vasectomias, por meio do projeto do Governo do Estado, o Opera+, para redução do tempo de espera por esses procedimentos que foram suspensos por conta da pandemia de Covid-19.

Continua depois da Publicidade

O serviço é executado pelo ambulatório de Planejamento Familiar da maternidade, auxiliando no controle da natalidade, dentro do projeto “Família Planejada”, que integra o programa Saúde Amazonas. Com a retomada das atividades do ambulatório, a meta é realizar 112 procedimentos por mês, sendo 40 vasectomias e 72 laqueaduras.

Os atendimentos de procedimentos cirúrgicos são direcionados para os processos que estavam abertos e aptos para a cirurgia, e que não aconteceram devido à pandemia de Covid-19.

O secretário de Estado de Saúde do Amazonas, Anoar Samad, lembrou que o serviço de reprodução humana, de Planejamento Familiar, foi lançado há mais de dois anos e que o Estado está retomando e ampliando essa assistência.

Continua depois da Publicidade

“Estamos recuperando, passo a passo, todas essas cirurgias eletivas e aumentando o número de habilitações. Já habilitamos a maternidade Nazira Daou para esses procedimentos, vamos habilitar também o Hospital Delphina Aziz. Cada vez mais é o Governo do Amazonas recuperando o que, infelizmente, teve que ficar parado por causa da Covid”, disse o secretário.

O médico urologista ainda esclareceu como funciona o procedimento de vasectomia e que os homens não precisam temer qualquer risco.

Continua depois da Publicidade

“A vasectomia é um procedimento simples, seguro e com uma efetividade muito alta. O procedimento ambulatorial é feito com anestesia local, com cerca de, no máximo, quatro dias de repouso, e depois (o paciente) volta às atividades normais. Definitivamente, é um procedimento que não tem nenhuma chance de dar impotência, o que é um mito muito grande, e também não muda em nada a característica física do líquido seminal”, orientou o secretário.

Regulados

Continua depois da Publicidade

A diretora da maternidade, Andrea Gonçalves Castro, destacou a importância da retomada desses procedimentos cirúrgicos que seguem as normas do projeto “Família Planejada”, previsto na Lei nº 9.263/1996 do planejamento familiar do Ministério da Saúde (MS). Ela esclareceu que as cirurgias de laqueadura e de vasectomia vão atender pacientes que já estavam com cadastro e processo concluído.

“O procedimento de vasectomia é um procedimento ambulatorial feito com anestesia local. Os homens fazem o procedimento e logo já podem ir para casa. Já as laqueaduras têm uma fila de espera de mais de 600 mulheres, então, ao mês a gente vai fazer 72 laqueaduras. São procedimentos regulados”, esclareceu a diretora.

De acordo com os dados de 2019, foram realizados 529 procedimentos cirúrgicos, dentre esses foram 293 laqueaduras e 236 vasectomias na maternidade. Já em 2020, no período de janeiro a maio, foram realizadas 108 laqueaduras e 56 vasectomias.

A venezuelana Isis Febres, que mora em Manaus há três anos e já tem cinco filhos, procurou a realização da laqueadura em 2020, mas por conta da pandemia não pode realizar a cirurgia. O procedimento da paciente está marcado para a segunda-feira (22/11) e ela se diz grata pela oportunidade.

“Primeiramente deu tudo certo e sou grata a Deus por essa oportunidade que me deram nesta maternidade de fazer de graça essa laqueadura, já que é muito custoso fazer no privado. Para mim vai fazer muito bem”, contou a autônoma.

Cadastro

O agendamento para laqueadura voltará no dia 4 de janeiro de 2022. Já o cadastro para a vasectomia continuará aberto presencialmente, por meio do ambulatório de planejamento familiar da Maternidade Nazira Daou, localizado na avenida Camapuã, 108, quadra 316, núcleo 09 do bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

Por semana, 36 fichas estão sendo distribuídas para os homens que desejam realizar esse procedimento. Dentre os critérios estão: ter mais de 25 anos ou dois filhos vivos. O mesmo vale para as mulheres que querem a laqueadura.

A diretora da unidade alerta que os candidatos ao serviço de planejamento familiar devem passar por consultas prévias e acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, no qual também serão ofertados outros métodos anticoncepcionais.

*Com informações da assessoria de Imprensa