Médico é afastado após criança com braço quebrado morrer em hospital de Manicoré

Ele está afastado em caráter temporário até apuração do caso.

Redação AM POST

Foi afastado o médico que conduziu o caso do menino de 6 anos que morreu após receber quatro anestesias, conforme informou a Prefeitura de Manicoré (distante à 330 quilômetros de Manaus) nessa quinta-feira (25).

Continua depois da Publicidade

De acordo com a Prefeitura do município foi aberto um processo administrativo para investigar o caso e o médico está afastado em caráter temporário.

A criança deu entrada no hospital Dr. Hamilton Cidade na quinta-feira (18), após sofrer um acidente de moto com o pai, que também ficou internado. Na colisão, a criança fraturou o braço e foi levada à unidade hospitalar para enfaixa-lo.

De acordo com denúncia o médico aplicou três anestesias locais antes de enfaixar Saimon, porém, ao ver que a criança continuava sentindo dor, teria aplicado uma anestesia geral, em seguida o menino começou a passar mal, precisou ser reanimado e intubado antes de morrer por parada cardiorrespiratória.

Continua depois da Publicidade