Amazonas

No dia do agricultor, governo do AM libera mais de R$500 mil em crédito rural em Rio Preto da Eva

Ao todo, 26 projetos voltados às atividades de avicultura horticultura, piscicultura (criação de peixes), pesca artesanal e cultivos de açaí, laranja, mamão e banana foram aprovados.

Redação AM POST

O Governo do Amazonas, por meio da parceria Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e Agência de Fomento do Amazonas (Afeam), liberou recursos na ordem de R$513,3 mil para agricultores familiares de comunidades rurais de Rio Preto da Eva (distante 57 quilômetros de Manaus). A assinatura dos contratos aconteceu durante a solenidade em alusão ao Dia do Agricultor, realizada nesta quarta-feira (28/07), na sede da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento.
 
Ao todo, 26 projetos voltados às atividades de avicultura (criação de aves), horticultura, piscicultura (criação de peixes), pesca artesanal e cultivos de açaí, laranja, mamão e banana foram aprovados. Somados, estes projetos correspondem a um investimento de mais de R$ 513 mil no município, na forma de implementos e capital de giro.
 
Durante o evento, também foi proferida uma palestra sobre Crédito Rural, ministrada pelo engenheiro agrônomo do Idam, Carlos Alberto, e distribuídos, pela secretaria de Produção do município, 32 mil alevinos de tambaqui, cestas básicas e brindes aos participantes.
 
“Este trabalho é muito importante para consolidar as políticas públicas de avanço do setor primário no município, uma vez que Rio Preto da Eva contribui significativamente para o abastecimento do mercado consumidor aqui da capital, juntamente com os demais municípios da região metropolitana”, comentou o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural do Idam, Tomás Sanches.
 
Ele salientou, também, a importância da parceria entre o Idam e a prefeitura de Rio Preto da Eva em levar assistência técnica, extensão rural, informação, acesso ao crédito rural e tecnologias aos produtores familiares do município.
 
Para a piscicultora Sandra Albertini, do Ramal ZF1, a assistência fornecida pelo Idam na forma de visitas técnicas e elaboração de projetos de crédito rural tem sido de grande importância para a sua produção.
 
“Atualmente nós estamos com uma produção de matrinxã que o Idam tem ajudado muito com visitas e projetos, que nos deram a oportunidade de conseguir custeio pela Afeam. Para nós, esse financiamento foi muito importante no custeio dos peixes e estamos contentes e trabalhando para que as coisas possam se sair melhor depois dessa pandemia”, finalizou Sandra.
 

Continua depois da Publicidade