Período de defeso iniciará no Amazonas neste domingo (15)

Estarão vetadas as pescas das espécies aruanã, caparari, mapará, matrinxã, pacu, pirapitinga, sardinha e surubim.

Redação AM POST

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), visando à proteção das espécies aquáticas, reforça para pescadores e feirantes que o período de defeso iniciará neste próximo domingo (15/11) e se estenderá até o dia 15 de março de 2021. Neste espaço de tempo, estarão vetadas as pescas das espécies aruanã, caparari, mapará, matrinxã, pacu, pirapitinga, sardinha e surubim.

Este ano, por conta da pandemia, o Ipaam não conseguirá realizar as campanhas educativas e de sensibilização nas feiras, mas contará com o auxílio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) para distribuir os cartazes informativos.

Continua depois da Publicidade

“Para evitar aglomerações, este ano, estamos trabalhando de uma forma diferente, continuamos atentos para preservar nosso estoque pesqueiro, mas seguindo todas as medidas de segurança a fim de evitar a proliferação do novo coronavírus. Por isso, contamos com a consciência da população e dos feirantes em não comprar e nem vender pescado ilegal”, ressaltou a gerente de Controle de Pesca (GECP) do Ipaam, Nonata Lopes.

Declarações – Os proprietários de frigoríficos que têm armazenados peixes das espécies incluídas no período de defeso, devem apresentar uma declaração de estoque até a próxima terça-feira (17/11). O Ipaam é responsável pelo recebimento das declarações de estoque referentes às espécies caparari e surubim.

Em relação as demais espécies incluídas no defeso, a declaração de estoque deve ser entregue ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Continua depois da Publicidade

Para a realização das declarações de estoque, os empreendedores devem enviar um e-mail contendo todos os documentos para o endereço [email protected] No caso de outras dúvidas a respeito do Período de Defeso, também podem entrar em contato pelos números 2123-6762 ou 98441-8303.