Amazonas

Projeto ‘CNH Social’ aumenta expectativa de empregos para 2022 no AM

Mais de 254 mil pessoas já se inscreveram no “CNH Social”, em todo o estado, e o número será ainda maior, pois as inscrições seguem até sexta-feira (31/12).

Redação AM POST

Conseguir um novo emprego e aumentar a renda da família foram alguns dos principais objetivos listados pelos primeiros beneficiados do projeto “CNH Social”, do Governo do Estado. Nesta quinta-feira (30/12), o governador Wilson Lima realizou a entrega da CNH a um grupo de 25 pessoas contempladas pela iniciativa, que é coordenada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e tem como objetivo facilitar a aquisição da habilitação ou inclusão e mudança de categoria à população amazonense.

Continua depois da Publicidade

“Hoje, nós começamos a entrega das primeiras carteiras de habilitação do nosso programa ‘CNH Social’. Serão 20 mil pessoas beneficiadas no estado do Amazonas, e o diferencial é que nós estamos entregando primeira via e também estamos adicionando categorias. O que a gente está fazendo aqui é dando oportunidade para as pessoas nesse momento em que muitos perderam emprego, perderam a sua capacidade de compra, em que muitos perderam a sua única fonte de renda, e precisam diversificar e buscar alternativas”, afirmou o governador Wilson Lima.

O “CNH Social” faz parte do programa Detran Cidadão, lançado em novembro deste ano. A iniciativa é considerada o maior programa de inclusão social no trânsito já implantado no Amazonas. Mais de 254 mil pessoas já se inscreveram no “CNH Social”, em todo o estado, e o número será ainda maior, pois as inscrições seguem até sexta-feira (31/12).

Natália Melo dos Santos, de 36 anos, faz parte da primeira lista de mil selecionados do projeto e recebeu, nesta quinta-feira, a sua CNH na categoria B (carro). Moradora do bairro Cidade Nova, ela tem três filhos e conta que, há dez anos, atua como autônoma. Com a CNH, Natália espera conseguir um emprego fixo e aumentar a renda da família.

Continua depois da Publicidade

“O que eu mais quero é um emprego, então, para conseguir um [emprego] fixo eu acho que a habilitação ajuda muito. O curso foi muito bom, desde a aula de Legislação, não tenho nada a reclamar, foi tudo muito bom. Sempre muito bem tratada por todos, desde o início. Quero agradecer ao Governo do Estado por dar essa oportunidade muito importante”, acrescentou a autônoma.

A estudante Daniele Greice, 21, moradora do Monte das Oliveiras, também foi uma das contempladas pelo “CNH Social. Diferentemente de Natália, ela optou pela adição da categoria A (moto) a sua habilitação.

Continua depois da Publicidade

“Vejo como muito boa essa iniciativa, principalmente para as pessoas que não têm condições. Vai ajudar, com certeza, tem muitos empregos aí que demandam uma CNH, tanto [categoria] A quanto [categoria] B e, com certeza, essa oportunidade pode ajudar muita gente a recuperar seus empregos”, concluiu a estudante.

Sobre o projeto – Aprovado em Lei pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o projeto prevê 20 mil vagas anuais para a formação de novos condutores e, também, para pessoas já habilitadas que desejam incluir ou mudar de categoria.

Continua depois da Publicidade

O “CNH Social” arca com os custos de todo o processo de formação dos novos condutores e motoristas que desejam mudar ou incluir nova categoria na CNH. O beneficiado chega a ter uma economia de R$ 1 mil a R$ 1,6 mil.

Nova lista – Em janeiro, o Detran-AM vai fazer um novo chamamento para mais 2 mil pessoas. Dessa vez, a seleção irá contemplar 1,5 mil pessoas do interior do estado e 500 da capital. Os municípios contemplados serão anunciados na data de divulgação da nova lista.

Em janeiro, o Detran-AM ainda chamará as 356 pessoas da primeira lista que não compareceram ao órgão. Caso não atendam a nova convocação, elas serão eliminadas do projeto.