Amazonas

Queda no número de bolsas de sangue do Hemoam ameaça realização de cirurgias eletivas no AM

A baixa no abastecimento do Hemoam está sendo atribuída a alguns fatores, tais como o surto de gripe, o volume de chuvas e as confraternizações do fim de ano.

Redação AM POST

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) acendeu o sinal vermelho do estoque de sangue da instituição na tarde desta terça-feira (28/12). A queda no número de bolsas chegou a 50% e já ameaça a realização de cirurgias eletivas.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o diretor clínico do Hemoam, o médico hematologista Nelson Fraiji, a preocupação é ainda maior sobre a escassez de bolsas do grupo sanguíneo O, que representa mais da metade da população e, consequentemente, da demanda da rede de saúde.

“O sangue tipo O está relacionado à maioria dos procedimentos cirúrgicos marcados e também de emergência. A escassez dele é uma ameaça a esses procedimentos”, alertou o médico.

Fraiji fez um apelo a todas as pessoas saudáveis que podem doar sangue. “Precisamos das pessoas com saúde que possam vir ao Hemoam doar sangue e garantir a segurança da população. Esse é um momento crítico e precisamos do engajamento da sociedade”, disse.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o médico, a baixa no abastecimento do Hemoam está sendo atribuída a alguns fatores, tais como o surto de gripe, o volume de chuvas e as confraternizações do fim de ano.

Como doar – Para ser um doador de sangue é preciso estar saudável, bem alimentado e descansado, ter mais de 50 quilos, ter entre 16 e 69 anos, e apresentar um documento oficial e original com foto. Doadores menores de 18 anos precisam vir acompanhados dos pais ou responsável legal.

Continua depois da Publicidade

As pessoas que tiveram sintomas gripais precisam aguardar sete dias após o desaparecimento de todos os sintomas. Caso haja ocorrência de febre, o prazo para doar sangue é adiado para 30 dias após os sintomas.

Funcionamento no fim de ano – Na véspera de Ano Novo (31/12), a coleta de sangue funcionará das 7h às 16h. No primeiro dia do ano (1º/01) não haverá expediente.

Continua depois da Publicidade