Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Servidor da SES-AM diz que prefeitura de Borba se recusou a receber usina de oxigênio enviada para hospital da cidade

O motivo seria conflito político. O equipamento teve que ser entregue a vereadora Tatiana Franco.

  • Por AM POST

  • 22/06/2024 às 18:58

  • Atualizado em 22/06/2024 às 19:43

  • Leitura em três minutos

O representante da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Peter França, fez um vídeo relatando que funcionários do Hospital Regional Vó Mundoca, em Borba, onde o prefeito Simão Peixoto é adversário político do governador Wilson Lima, se recusaram a receber formalmente uma usina de oxigênio enviada pelo governo do Amazonas para o município distante 151 quilômetros de Manaus. O equipamento teve que ser entregue a vereadora Tatiana Franco.

“Estamos aqui com a vereadora Tatiana, viemos até o hospital trouxemos a usina e o centralizador de oxigênio para o bem estar da população, no entanto, ninguém quis receber. A vereador vai se responsabilizar pela usina e o Ministério Público, na segunda-feira (24) vai tomar as devidas providências. Até o porto foi negado a gente”, disse.

PUBLICIDADE

O investimento faz parte do Programa Saúde Amazonas, de modernização e estruturação das unidades de saúde do estado. A capacidade de produção da usina é de 30 metros cúbicos por hora, suprindo a necessidade do hospital, que possui 53 leitos, e das nove Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município, beneficiando mais de 33 mil pessoas.

PUBLICIDADE

Outro lado

Enquanto o representante da SES-AM alega que a recusa na entrega da usina partiu dos funcionários do Hospital Regional Vó Mundoca, a prefeitura de Borba, em nota, informou que o Secretário Municipal de Saúde, Albert Antunes, estava preparado para receber o equipamento, mas teria sido impedido por questões políticas. Segundo a prefeitura, o servidor da SES teria recebido instruções de entregar a usina apenas a pré-candidatos apoiados pelo governo estadual.

PUBLICIDADE

Diante do impasse, a gestão municipal de Borba anunciou que irá convocar o funcionário da SES responsável pela entrega para garantir que o equipamento seja recebido conforme os protocolos estabelecidos. O prefeito Simão Peixoto determinou que o Secretário Municipal de Saúde procedesse com o recebimento adequado, mas a situação não ocorreu como o planejado originalmente.

“Com isso, o secretário de Saúde, Albert Antunes, não pôde realizar o devido protocolo de recebimento, em que a assinatura do termo de sessão deve, obrigatoriamente, ser do prefeito, secretário da pasta ou um profissional designado pela gestão municipal. […] Na segunda-feira, 24/06, a Prefeitura de Borba irá chamar o funcionário da SES, que se recusou a realizar a devida entrega, para que o equipamento seja entregue seguindo o protocolo para as pessoas que têm a responsabilidade legal para recebê-los”, disse.

*Com informações do Portal Fatos Marcantes

O AM Post apoia a causa autista
blank

Autismo: Todos na mesma maré, mas em embarcações diferentes.

- Gretchen Stipp

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank