Amazonas

Vídeo de liderança indígena do AM viraliza com 4 milhões de visualizações

Witoto, que foi a primeira pessoa a ser vacinada no Amazonas, se tornou um símbolo da luta contra a Covid-19 salvando vidas na comunidade Parque das Tribos.


Redação AM POST

“O mundo olha para a Amazônia com olhar de satélite, por cima, só enxergam o verde e a beleza dos rios, mas a vida dessas pessoas que não conseguem ser olhadas está sendo impactada. As pessoas querem proteger as árvores e os rios, mas não cuidam das pessoas (povos originários) que protegem as árvores e os rios. A gente precisa inverter os olhares ”, Vanda Witoto, liderança indígena.

Continua depois da Publicidade

Quando o mundo pensa em Amazônia, pensa na floresta, na imensa biodiversidade, pouco se pensa no cuidado que os povos originários precisam, e nesse contexto de entender para conservar o bioma e os povos que o preservam, a liderança indígena Vanda Witoto viralizou nas redes sociais, chegando em mais de 4 milhões de visualizações, com uma fala potente sobre o assunto.

“É muito importante que as pessoas entendam que é necessário cuidar das pessoas que cuidam da floresta, porque são os povos originários que cuidam das florestas e dos rios, somos nós que temos uma relação de respeito com natureza, o meio ambiente, porque entendemos que somos parte disso tudo”, comenta Vanda Witoto, ativista, professora, profissional da saúde e pré-candidata do partido Rede Sustentável.

A fala da ativista é um trecho da entrevista ao canal do YouTube ‘Parente Entrevista’, onde expõe suas ideias e pensamentos sobre as questões urgentes da Amazônia e dos povos indígenas. O trecho reverberou por vários perfis das redes sociais, com milhares de views em cada um, o que totalizou mais de 4 milhões de visualizações. Confira a entrevista completa aqui: Parente Entrevista: Vanda Witoto.

Continua depois da Publicidade

Witoto, que foi a primeira pessoa a ser vacinada no Amazonas, se tornou um símbolo da luta contra a Covid-19 salvando vidas na comunidade Parque das Tribos, onde reside em Manaus. Desde então a voz da liderança tem ganhando notoriedade na mídia nacional, cuja face estampou importantes revista como Claudia, Vougue, ELLE, dentre outras. Confira mais aqui.

Para o pesquisador e mestre em história social, Bruno Miranda, é de extrema importância cada vez mais lideranças indígenas trazerem as questões urgentes da Amazônia para as redes sociais. “Vivemos, hoje, em um mundo conectados e precisamos fortalecer a voz dos povos originários sobre essas questões, para que possamos conseguir políticas públicas robustas para quem cuida da floresta”, comenta Bruno, que é doutorando em história na PUC-SP.

Continua depois da Publicidade

Sobre Vanda Witoto

Vanda Witoto tem o nome indígena de “Derequine”. A denominação significa “formiga brava”. Uma referência ao seu clã de saúvas e ao inseto que é sinônimo de cooperação, trabalho árduo e vida em comunidade. Definição que se aplica tão bem à mulher indígena que aos 34 anos já é uma líder para o seu povo e tantos outros amazonenses.

Continua depois da Publicidade