Amazonas

Wilson Lima destaca que presença de torcedores no jogo Brasil x Uruguai reflete sucesso da vacinação contra a Covid-19

Governador também destacou respeito aos protocolos sanitários e atuação de servidores estaduais para a realização do jogo.

Redação AM POST

O governador Wilson Lima destacou, nesta quinta-feira (14/10), que a presença da torcida no clássico sul-americano entre Brasil e Uruguai, na Arena da Amazônia, é um presente aos amazonenses que se imunizaram contra a Covid-19. Com vitória de 4 a 1 do Brasil, o jogo teve público de 12.528 pessoas e é válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo Fifa Catar 2022.

Continua depois da Publicidade

Wilson Lima também destacou a atuação dos servidores para a realização do jogo.

“Nós conseguimos entregar em tempo recorde a estrutura pronta aqui da Arena, com relação à iluminação, para preparar o gramado, para que houvesse essa grande apresentação, para que o público comparecesse. E o amazonense tem dado também a sua contribuição, está fazendo um golaço, porque foi tomar sua vacina, está respeitando os protocolos. Podemos considerar que este é um evento de sucesso. Muito sucesso mesmo graças ao esforço do estado do Amazonas”, disse o governador.

O encontro da seleção com a sua torcida ocorreu em mais um dia em que nenhum óbito por Covid-19 foi registrado em todo o Amazonas.

Continua depois da Publicidade

Pai e filha, Nato Almeida e Beatriz Coimbra, estão entre os quase 13 mil torcedores que estiveram na Arena. “O Governo do Estado está fazendo um ótimo trabalho. Todos têm que cumprir o protocolo da saúde, usar máscara, álcool em gel e distanciamento”, disse Nato. “É importante se vacinar contra o Coronavírus”, completa Beatriz.

Para o público com imunização completa (1ª e 2ª dose ou dose única), o Governo do Amazonas sorteou ou presenteou doadores de sangue com ingressos para a partida.

Continua depois da Publicidade

Força de trabalho – A realização da partida é o resultado da parceria com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Prefeitura de Manaus e iniciativa privada. Pelo Governo do Estado, a realização do clássico conta com o apoio de diversas secretarias.

“Hoje eu estou muito orgulhoso, nossa equipe trabalhou diuturnamente. É difícil nomear secretarias, secretários e coordenadores, porque todo mundo deu sua parcela de contribuição, seja na entrega dos ingressos, na segurança, na saúde, na questão da testagem, enfim, todo o apoio. Todos estão de forma muito motivada para que o evento dê certo. E a gente não consegue fazer nada sozinho. E há essa sinergia e entendimento de que precisamos unir forças para voltar à normalidade das nossas vidas”, frisou o governador.

Continua depois da Publicidade

Quase 250 profissionais da área da saúde atuam orientando os torcedores para os protocolos sanitários contra a Covid-19. São 185 da Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

Ao todo, 1.500 servidores, entre agentes federais, estaduais e municipais atuam na operação para garantir a segurança, denominada Arena 33. Dos órgãos que compõem o sistema de segurança estadual, são mais de 500 agentes entre policiais militares, policiais civis, bombeiros e agentes do Núcleo Especializado em Operação de Trânsito (Neot), do Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), garantindo a segurança das pessoas que irão para o estádio.

Para receber o duelo, o Governo do Amazonas e a CBF fizeram os ajustes necessários no estádio, especialmente, em relação à iluminação e ao gramado, que recebeu elogios do técnico da seleção brasileira, Tite.

* Com informações da assessoria de imprensa