Amazonas

Wilson Lima paga gratificação de R$ 20 mil a PMs que mais se destacaram na apreensão de armas de fogo em 2021

Cada um dos três policiais recebeu cheque como reconhecimento pelo empenho em garantir a segurança da população.


Redação AM POST

O governador Wilson Lima entregou nesta segunda-feira (31/01) uma gratificação aos três policiais militares que mais se destacaram na apreensão de armas de fogo no ano de 2021.

Continua depois da Publicidade

Cada policial recebeu um cheque no valor de R$ 20 mil, como reconhecimento pelo empenho em garantir a segurança da população, com a retirada de armas de fogo de circulação.

Também foi apresentado o novo modelo de armamento a ser utilizado pelas polícias Civil e Militar ainda neste ano. O processo de troca das pistolas PT40 para as pistolas 9 milímetros já está em andamento.

No evento o mandatário também entregou 65 viaturas, 30 motos e armamentos para as forças de segurança pública do Amazonas. Na ocasião, o governador também anunciou o envio de 44 policiais militares para o interior do estado.

Continua depois da Publicidade

Gratificação a PMs que fizerem hora extra
Policiais militares do Amazonas já podem usufruir do Serviço Extra Gratificado (SEG), anunciado pelo governador Wilson Lima em dezembro de 2021, e que tem como finalidade potencializar a atividade policial em todas as zonas da cidade de Manaus. Inserido no programa Amazonas Mais Seguro, o serviço consiste na compra da hora de folga para que o policial militar da ativa desenvolva sua atividade fim, gerando benefícios ao profissional e também à população.

“O policial fez um juramento de proteger a sociedade e ele tem que cumprir esse juramento. Mas eu, na condição de governador, o secretário, o comandante da polícia e também toda a nossa força de segurança, temos a responsabilidade de proteger esse policial que está nas ruas e dar as condições de trabalho para que ele possa retornar a sua casa, para o aconchego de sua família, e ter certeza que ele vai usufruir do resultado do trabalho”, afirmou o governador Wilson Lima.

Continua depois da Publicidade

Antes da criação do SEG, o serviço era a Gratificação de Trabalho Extra (GTE), por meio da qual cerca de 3,2 mil policiais executavam serviços mensais sem controle de horas e, na maioria das vezes, de forma desvirtuada de sua atividade fim. Com a novidade, mais 600 militares passaram a atuar no policiamento 24 horas, em serviços estritamente operacionais, nas modalidades a pé, viaturas e especializada. Ou seja, aproximadamente 1,7 mil policiais militares realizam o policiamento ostensivo nas ruas, todos os dias, aumentando a sensação de segurança na população.

O comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Marcus Vinicius Oliveira, explicou como o policial deve proceder para usar o SEG.

Continua depois da Publicidade

“O policial militar tem um aplicativo e nós disponibilizamos, ali, serviços de interesse da sociedade. Geralmente, esses serviços são o policiamento ostensivo a pé, em áreas comerciais. A sociedade não via, há muitos anos, o policial fazendo aquele famoso Cosme e Damião nas áreas comerciais da cidade de Manaus. Áreas como Centro, Vieiralves, Djalma Batista, Manoa, Cidade Nova, Parque Dez, Cidade de Deus e Grande Circular. Essas áreas todas já vêm sendo impactadas com esse policiamento”, apontou o comandante-geral.

Gratificação
Os serviços são organizados com duração de 4, 6, 9 ou 12 horas. Por meio do aplicativo SISPMAM, desenvolvido pela própria Polícia Militar, o profissional se voluntaria para o serviço extra no dia, no turno e na unidade policial que desejar. O valor da hora extra é de R$ 40, e o limite é de 48 horas/mês.

“Só para ter uma ideia, nós temos, hoje, em torno de 450 policiais só no policiamento ostensivo geral a pé, todos os dias. Isso começa por volta de 8h e se estende até 23h, algumas áreas comerciais também no período noturno, área de bares, praças de alimentação, levando segurança e tranquilidade à família amazonense e à pessoa que transita para fazer suas compras, também ao comerciante”, finalizou Marcus Vinicius.