Wilson Lima vai a São Paulo receber vacinas contra Covid-19 e afirma que Estado está preparado para imunização

Governo do Amazonas também receberá 50 mil doses da vacina Coronavc doadas pelo Governo de São Paulo.

Redação AM POST

O governador Wilson Lima embarcou, na tarde deste domingo (17/01), para Guarulhos (SP), onde receberá os lotes da vacina contra a Covid-19 destinados ao Amazonas. A entrega será no Centro de Distribuição do Ministério da Saúde. O governador assegura que o Estado está preparado para iniciar a vacinação, que começa nesta semana em todo o Brasil.

Continua depois da Publicidade

O Governo do Amazonas possui contêineres refrigerados para armazenagem das vacinas e cerca de 440 mil seringas e agulhas em estoque. O Estado adquiriu mais de 1,5 milhão de seringas e agulhas, que serão entregues pelo fornecedor até o dia 25 de janeiro.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciou, neste domingo, que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19.

“Estamos recebendo uma das mais esperadas notícias dos últimos tempos, que é a liberação das doses pela Anvisa. Estou embarcando para o centro de distribuição de logística do Governo Federal para receber essas doses para o estado do Amazonas. Esse é um momento importante para o Brasil e um momento emblemático para o Amazonas, principalmente nesse momento em que nós somos fortemente afetados pela Covid-19”, enfatizou Wilson Lima.

Continua depois da Publicidade

O governador afirmou que o Governo do Estado possui estrutura preparada para a imunização. “O Estado começou a se preparar antecipadamente para questão da vacinação. Estamos com toda nossa estrutura preparada, temos seringas agulhadas em estoque, assim como as prefeituras do interior e da capital. Nós já estamos com a nossa rede de frios preparada, que são contêineres inteligentes, com monitoramento, com backup de refrigeração. Assim que as vacinas desembarcarem no estado do Amazonas, elas serão distribuídas para os municípios, para que essa vacinação comece com a maior brevidade possível”, explicou o governador.

Além das vacinas distribuídas pelo Governo Federal, o Amazonas vai receber 50 mil doses da vacina Coronavac a serem enviadas pelo Governo de São Paulo.

Continua depois da Publicidade

Esforços – Assim como o plano de imunização, o Governo do Estado intensificou os trabalhos de restruturação da rede estadual de saúde para o enfrentamento da Covid-19. Wilson Lima ressaltou o trabalho gerido pelas equipes de saúde e pelo Comitê de Resposta Rápida – Enfrentamento da Covid-19, composto pelos Governos do Estado, Federal e Municipal, para o aumento da oferta de leitos e no abastecimento de oxigênio nas unidades.

“O Governo do Estado triplicou sua rede hospitalar. Só nos últimos dois meses, foram mais de 700 leitos. Trabalhamos para não deixar ninguém na frente dos hospitais e, nos últimos dias, tivemos uma subida muito alta dos números, resultado de uma variante que, de acordo com os especialistas, tem um poder muito grande de transmissão. Nós tivemos um problema com o abastecimento de oxigênio, em que a empresa não tinha a capacidade de fornecer a quantidade que necessitávamos, e aí fizemos um esforço junto ao Governo Federal, à iniciativa privada e outros atores, para que pudéssemos estabilizar nosso sistema”, disse o governador que, nesta semana, deverá receber mais um apoio humanitário de abastecimento de oxigênio.

Continua depois da Publicidade

“Há outras cargas significativas chegando aqui no estado do Amazonas. Tem uma que deve chegar até terça-feira vindo do Distrito de Bolívar, na Venezuela, que é uma doação que está sendo feita pelo governador daquele estado, que também está vindo ao Amazonas para fazer essa entrega. Isso vai contribuir significativamente para que haja uma estabilidade na nossa rede hospitalar, tanto na capital quanto no o interior”, completou o governador. Da Venezuela, estão vindo neste carregamento com um total de 107 mil metros cúbicos.

Containers para armazenagem – A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) começou a instalar, neste domingo (17/01), três containers refrigerados com sistema de inteligência artificial, sendo dois deles destinados para armazenagem de vacinas e o terceiro será para armazenagem de amostras biológicas para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Com a aquisição do estoque, o Programa Estadual de Imunização (PNI) passa a ter uma maior capacidade de estocagem de doses de vacinas para atender a demanda do Estado.

Vacinação – O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse, em entrevista coletiva, que o Governo Federal começa nesta segunda (17/01), a distribuição de vacinas para todos os estados, e que o início da campanha está marcado para quarta-feira (19/01). A distribuição, segundo o ministro, será feita pela Força Área Brasileira (FAB) a “pontos focais” definidos por cada estado com o apoio do Ministério da Defesa.

* Com informações da assessoria de imprensa