Pesquisar por em AM POST

Brasil

Abuso de álcool entre mulheres brasileiras dobra em 17 anos, aponta estudo

A pesquisa anual do Ministério da Saúde monitora indicadores sanitários da população.

  • Por AM POST

  • 24/06/2024 às 07:06

  • Atualizado em 24/06/2024 às 08:25

  • Leitura em três minutos

Abuso de álcool entre mulheres brasileiras dobra em 17 anos, aponta estudo

Abuso de álcool entre mulheres brasileiras dobra em 17 anos, aponta estudo-Foto: Arquivo/Agência Brasil

O abuso de bebidas alcoólicas entre as mulheres brasileiras aumentou significativamente, passando de 7,8% em 2006 para 15,2% em 2023, conforme dados do Vigitel (Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico). A pesquisa anual do Ministério da Saúde monitora indicadores sanitários da população.

Lucas Benevides, psiquiatra e professor do curso de medicina do Ceub, aponta diversos fatores para o aumento do consumo de álcool entre mulheres. “A crescente participação das mulheres no mercado de trabalho e as pressões associadas a essa mudança são significativas. Mudanças culturais e marketing direcionado também influenciam, além de questões como depressão, ansiedade e experiências traumáticas”, explica Benevides.

PUBLICIDADE

Enquanto o abuso de álcool entre mulheres quase dobrou, o percentual entre os homens teve variação pequena, de 25% para 27,3% no mesmo período. Essa elevação no consumo feminino ajudou a aumentar a média geral de abuso de álcool entre os brasileiros para 20,8%.

Benevides ressalta que o alcoolismo apresenta diferenças significativas entre os gêneros. “As mulheres tendem a desenvolver dependência ao álcool mais rapidamente que os homens e enfrentam efeitos fisiológicos mais severos devido a diferenças na composição corporal e metabolismo. A estigmatização social também pode impactar negativamente a busca por tratamento”, observa o psiquiatra.

A pesquisa do Vigitel também revelou que adultos com idades entre 25 e 34 anos tiveram um aumento no consumo abusivo de álcool, de 21,7% em 2006 para 29,8% em 2023. Entre aqueles com mais de 12 anos de estudo, o percentual passou de 18,1% para 24% no mesmo período. Outro grupo que registrou um aumento significativo foi o de pessoas entre 45 e 54 anos, de 14,7% em 2018 para 21,1% em 2023.

PUBLICIDADE

Benevides destaca a importância de políticas públicas, campanhas de conscientização e programas de prevenção nas escolas e comunidades para apoiar pessoas com dependência alcoólica. “Centros de tratamento, linhas de apoio psicológico e grupos como Alcoólicos Anônimos são cruciais. Políticas que promovem o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e fornecem suporte para a saúde mental também são essenciais”, reforça.

O apoio familiar é vital na recuperação do alcoolismo, segundo o especialista. “Abordar a questão com empatia, incentivar a busca por ajuda profissional e participar em grupos de apoio familiar pode fornecer orientação e suporte emocional. Estabelecer limites claros e manter um ambiente doméstico seguro também é essencial”, aconselha Benevides.

PUBLICIDADE

O Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Não Transmissíveis no Brasil visa reduzir a prevalência do consumo abusivo de álcool em 10% até 2030, o que significaria uma média geral máxima de 17% ao ano. A ONU também incluiu a meta de fortalecer a prevenção e o tratamento do abuso de substâncias nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

A pesquisa Vigitel utiliza amostragem com entrevistas por telefone, ouvindo entre 1,5 mil e 2 mil indivíduos em cada estado e no Distrito Federal. O estudo tem um nível de confiança de 95% e um erro máximo de quatro pontos percentuais, auxiliando na tomada de decisões para políticas de saúde pública.

PUBLICIDADE

Redação AM POST

O AM Post apoia a causa autista
blank

O Autismo é ver o mundo de um outro jeito, e cada um de nós temos que achar um jeito de entender as diferenças.

- Dr. Leonardo Maranhão

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank