Anderson: Advogado da família pede prisão da dep. Flordelis

Ele contestou imunidade parlamentar invocada para não prender a deputada.

O advogado Ângelo Máximo, que representa a família do pastor Anderson do Carmo, entrou com um pedido de prisão preventiva da deputada federal Flordelis na 3ª Vara Criminal de Niterói. Na ação, Máximo alega que o crime não tem qualquer relação com o mandato da parlamentar e que, por conta disso, ela não faz jus à imunidade parlamentar, podendo, portanto, ser presa.

O advogado, que atua como assistente de acusação no processo, cita em seu pedido um vídeo publicado por Flordelis no domingo (29) em suas redes sociais. Nele, a parlamentar questiona afirmações feitas por Regiane Ramos, uma testemunha do caso, durante audiência realizada na última sexta-feira (27) no fórum de Niterói.

Continua depois da Publicidade

Para Máximo, Flordelis dirigiu ameaças, durante a gravação, para Regiane e também a outras testemunhas que ainda serão ouvidas. Em agosto deste ano, a Polícia Civil do Rio e o Ministério Público estadual alegaram que a prisão de Flordelis só não havia sido pedida à Justiça uma vez que ela possuía imunidade parlamentar.

O pedido de Ângelo Máximo será enviado ao MP para que o promotor do caso, Carlos Gustavo Coelho de Andrade, diga se é contra ou a favor da prisão de Flordelis. Andrade não foi o mesmo que atuou anteriormente no caso, opinando pela imunidade parlamentar de Flordelis. Após parecer do promotor, a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, decidirá sobre a solicitação.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade