Pesquisar por em AM POST

Brasil

Banqueiro bilionário é encontrado morto ao lado da esposa em casa de veraneio

A suspeita é de que eles tenham sido vítimas de um vazamento de gás.

  • Por AM POST

  • 09/09/2023 às 15:45

  • Atualizado em 09/09/2023 às 19:06

  • Leitura em 1 minuto

Neste sábado (9), o banqueiro José Bezerra de Menezes Neto, conhecido como Binho Bezerra, e sua esposa, Luciana, ao lado de sua cadela, que também estava sem vida, foram encontrados mortos em uma mansão em um condomínio de luxo no litoral paulistano. A suspeita é de que eles tenham sido vítimas de um vazamento de gás, conforme a Polícia Civil de SP.

Veja matéria recomendada

Saiba as últimas notícias policias. Clique aqui.

Segundo as investigações, o vazamento de gás originou-se de equipamentos destinados ao aquecimento do imóvel. Binho e Luciana estavam em um quarto do apartamento superior, onde ocorreu a concentração dos gases, resultando em suas mortes. Felizmente, os familiares que se encontravam na residência não foram afetados pelo vazamento.

PUBLICIDADE

Uma equipe de peritos do Instituto de Criminalística esteve na mansão para realizar levantamentos no local e no interior da casa de praia. A finalidade é identificar a causa exata do vazamento de gás e confirmar se essa foi realmente a causa da fatalidade.

Binho Bezerra e a família aparecem na lista da Forbes como o nono homem mais rico do Ceará, com fortuna avaliada em R$ 1,55 bilhão, de acordo com o levantamento. O banqueiro era filho do Coronel Humberto Bezerra, que foi deputado federal e prefeito de Juazeiro do Norte (CE) na década de 1960, além de vice-governador do Ceará e presidente do BicBanco.

Redação AM POST*

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

Um anjo pergunta à Deus: O que é um autista? E Deus lhe responde: É um de vocês que permito descer à Terra!

- Lu Lena

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank