Bolsonaro promete ajudar brasileiro preso na Rússia

Presidente afirmou que vai buscar perdão do governo russo para motorista preso por levar remédio para sogro de jogador.

Em uma publicação nas redes sociais na manhã desta terça-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro prometeu ajudar a libertar o motorista brasileiro Robson Oliveira, preso há mais de um ano na Rússia por transportar um medicamento proibido no país europeu. Se condenado, Robson pode pegar até 20 anos de prisão.

De acordo com o chefe do Executivo, o caso é complexo, “mas não impossível de ser solucionado”. Pelas redes, Bolsonaro informou que vai conversar com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, sobre a possibilidade de entrar em contato com o presidente russo Vladimir Putin para tratar do caso.

– A justiça russa é bastante rígida e independente, mas um perdão do governo local será buscado por nós – escreveu o presidente.

Continua depois da Publicidade

O líder do Executivo informou que a situação chegou até ele através do volante Felipe Melo, do Palmeiras. O caso teve grande repercussão nas últimas semanas, com jogadores e personalidades se posicionando em favor da libertação do motorista.

Robson foi preso em 2019 depois que autoridades do país encontraram com ele um remédio, permitido no Brasil, que ele estava levando para o sogro do jogador de futebol Fernando, na época no Spartak Moscou (hoje ele joga na China). Robson, que trabalhava para Fernando, teria levado o medicamento o Mytedom 10mg, ou cloridrato de metadona, utilizado para aliviar dores crônicas.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade