Pesquisar por em AM POST

Brasil

Censo 2022 aponta 37,8 mil centenários no Brasil

Os dados constam em um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

  • Estadão Conteúdo

  • 27/10/2023 às 14:27

  • Leitura em três minutos

blank

Foto: Reprodução

O Brasil tinha no ano passado 37,8 mil idosos centenários, cerca de 13 mil a mais do que o registrado em 2010. Os dados constam em um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base no Censo 2022, e divulgados nesta sexta-feira (27).

Apesar de representarem uma parcela pequena da população brasileira – esse número corresponde a apenas 0,02% dos 203 milhões de habitantes -, o aumento evidencia o envelhecimento acelerado da população brasileira.

PUBLICIDADE

Quase metade desse contingente de centenários vive atualmente na região Nordeste, que tem dois dos cinco Estados do Brasil com a maior concentração da população com essa faixa etária. Ao todo, 16.317 pessoas com 100 ou mais anos de idade moram no Nordeste.

A Bahia lidera o ranking, seguida pelo Estado de São Paulo. Já a Região Sul do Brasil, que possui o Rio Grande do Sul como o Estado com a maior proporção de idosos do país, conta com 3.502 centenários.

Veja o número de centenários no País, por Estado, segundo o Censo de 2022:

Bahia – 5.336;

PUBLICIDADE

São Paulo – 5.095;

Minas Gerais – 4.104;

PUBLICIDADE

Rio de Janeiro – 2.712;

Maranhão – 2.470;

PUBLICIDADE

Pernambuco – 2.141;

Ceará – 1.999;

Pará – 1.665;

Rio Grande do Sul – 1536;

Paraíba – 1.330;

Paraná – 1.299;

Rio Grande do Norte – 976;

Goiás – 903;

Alagoas – 820;

Amazonas – 731;

Piauí – 714;

Espírito Santo – 678;

Santa Catarina 667;

Sergipe – 531;

Mato Grosso – 492;

Mato Grosso do Sul – 468;

Tocantins – 322;

Distrito Federal – 300;

Amapá – 163;

Rondônia – 147;

Acre – 142;

Roraima – 73.

No censo anterior, realizado em 2010, a população com 100 anos ou mais era de 24.236 pessoas, que em termos porcentuais equivaliam à metade (0,01%) do que é hoje.

População do Brasil envelhece cada vez mais rápido

O estudo divulgado nesta sexta pelo IBGE mostra que a população brasileira está envelhecendo cada vez mais rapidamente. Segundo análise de dados colhidos no Censo 2022, o porcentual de pessoas com 65 anos ou mais no País chegou a 10,9% da população – uma alta recorde de 57,4% frente aos números de 2010, quando os idosos representavam 7,4% do total.

O levantamento também mostra que a idade mediana da população (número que separa a metade mais jovem da população da mais velha) aumentou seis anos desde 2010, chegando a 35 anos em 2022 O índice de envelhecimento também aumentou: são 55 idosos para cada grupo de 100 crianças. Em 2010, este índice era 30.

Há discrepâncias consideráveis entre os diferentes Estados, sendo as mais evidentes encontradas no Rio Grande do Sul, que detém proporcionalmente a população mais idosa do Brasil, e de Roraima, que tem a mais jovem. Enquanto que o estado do Sul apresenta índice de envelhecimento de 80,4, o do Norte tem índice de 17,4, proporção quase cinco vezes menor.

Estadão Conteúdo

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank