Mandetta quis atirar em filhos de Bolsonaro, diz ex-diretor de comunicação do Ministério da Saúde

Acusação foi feita em livro que será lançado em novembro, com o título Guerra à Saúde.

O ex-diretor de comunicação do Ministério da Saúde, Ugo Braga, afirma em seu livro que será lançado em novembro, com o título Guerra à Saúde, que o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, teve vontade de atirar nos filhos do presidente Jair Bolsonaro. A fala teria sido feita na véspera da demissão do ex-chefe da Saúde.

– O presidente é bom, é bem-intencionado. O problema são aqueles filhos dele, que ficam o dia inteiro xingando nas redes sociais. Sorte que eu não mexo com essas coisas. Minha vontade é pegar um trezoitão e cravar neles. Pelo menos passava a minha raiva – teria dito Mandetta.

Em seu livro, Ugo pretende trazer alguns bastidores sobre a crise vivida durante a pandemia de coronavírus. Procurado pelo jornal Folha de São Paulo, Mandetta disse não se lembrar da fala e declarou que os filhos de Bolsonaro não fariam parte de suas preocupações.

Continua depois da Publicidade

Fonte: Pleno.News