Fux decide levar caso de soltura de André do Rap ao plenário do STF nesta quarta-feira

O argumento da PGR foi de que a decisão era uma ameaça à ordem pública.

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Fux decidiu levar o caso da soltura de André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap e apontado como líder do PCC (Primeiro Comando da Capital), para avaliação do plenário da Corte. Segundo a assessoria de Fux, a decisão tomada pelo ministro Marco Aurélio Mello, que concedeu habeas corpus ao traficante, será avaliada já amanhã no STF.

No último sábado (10), Fux já havia solicitado a suspensão da soltura de André do Rap, que estava na penitenciária de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo. A determinação, porém, veio após o acusado de ser um dos chefes do PCC já ter sido solto e agora ele é considerado foragido.

Fux atendeu atendeu a um pedido do MPF (Ministério Público Federal), que por meio da PGR (Procuradoria-Geral da República) solicitou a suspensão da liminar concedida por Marco Aurélio. O argumento da PGR foi de que a decisão era uma ameaça à ordem pública.

Continua depois da Publicidade

Fonte: UOL