Pesquisar por em AM POST

Brasil

Mãe raspa cabelo da filha ao descobrir envio de “nudes” para garoto da escola dela

A mulher foi presa em flagrante, prestou depoimento e foi liberada.

  • Por AM POST

  • 22/03/2019 às 15:17

  • Leitura em 1 minuto

Um caso chocou o Brasil na terça-feira (19). Em São Paulo, uma mulher foi presa após agredir e raspar a cabeça da filha de 13 anos. O caso foi divulgado pelo programa Balanço Geral, da Record.

A mulher agrediu a filha após descobrir que a menina estava enviando mensagens íntimas e “nudes” a um garoto da escola. A menina teria apanhado antes de ir pra escola. A mãe ficou com o celular da garota e provavelmente descobriu outras coisas. Quando foi buscar a menor no colégio, chegou agredindo e, quando chegaram em casa, começou a agressão.

PUBLICIDADE

Nas imagens, a mulher corta o cabelo da menina, que também está nua. Durante a agressão, a mãe diz: “É pra aprender”; “quer que puxe teu cabelo?”. Além de agredir e filmar o “castigo”, a mulher não se contentou e publicou o conteúdo nas redes sociais.

Ao fundo, dá pra perceber a voz de uma criança, que estaria filmando. A mãe foi presa em flagrante, prestou depoimento e foi liberada. Segundo o advogado dela, primeiramente, a mulher foi indiciada por crime de tortura. Mas agora vai responder por lesão corporal.

A vítima está sob custódia do pai, que não mora com a mãe da menina. A reportagem da Record procurou os familiares da agressora, mas só conseguiu falar com o padrasto da vítima. Segundo ele, a mulher não tem histórico violento e é uma boa mãe. O que aconteceu não teria passado de um fato isolado.

PUBLICIDADE

Veja vídeo

Fonte: Diário Online

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista

Essas crianças autistas não estão fugindo ou escondendo-se, elas, de fato, estão perdidas, à espera de que alguém va ao seu alcance.

- Anne Alvarez

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank