Maioria do STF vota para manter prisão do traficante André do Rap

A decisão contraria liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello.

Redação AM POST

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria nesta quarta-feira (14), com 6 votos, pela prisão do traficante André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, apontado como um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando Capital (PCC).

A decisão contraria liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello, que foi derrubada em seguida pelo presidente do STF, Luiz Fux. Situação gerou grande desconforto na Corte.

Continua depois da Publicidade

“Trata-se de agente de altíssima periculosidade, conforme comprovado nos autos, condenado em segundo grau por duas vezes por tráfico de drogas”, ressaltou Fux durante seu voto.

Além dele, votaram pela prisão do traficante os ministros Alexandre de Moraes, Luiz Roberto Barroso, Edson Fachin e Rosa Weber.

Depois do voto de Toffoli, o julgamento foi suspenso e será retomado amanhã, com o voto de Cármen Lúcia.

Continua depois da Publicidade