Médicos retiram crucifixo que havia sido engolido por criança

Item chegou a obstruir o sistema digestório do pequeno de apenas 2 anos.

Internações de crianças para retirada de objetos estranhos que ficam presos no organismo após serem ingeridos são, infelizmente, algo bastante comum. Normalmente, os itens são pequenos e de estruturas pouco complexas, como moedas ou parafusos, mas esse não foi o caso de uma criança de 2 anos, que acabou engolindo um crucifixo.

O caso aconteceu em Divinópolis (MG), mas o garoto, que ficou internado primeiramente em uma Unidade de Pronto Atendimento da cidade, precisou ser transferido para o município de Passos, também em Minas, onde conseguiu fazer o procedimento.

A família contou que viveu momentos de angústia, já que o item obstruiu o sistema digestório do garoto, e a transferência do pequeno de Divinópolis para Passos demorou dois dias. A ida precisou acontecer para que ele pudesse ser atendido por uma unidade de alta complexidade.

Continua depois da Publicidade

Segundo a Prefeitura de Divinópolis, a demora ocorreu por conta da falta de disponibilidade de leitos no estado. Apesar dos momentos tensos vividos pela família, o menino foi atendido e o objeto foi retirado.

Por conta do tempo de permanência do objeto no organismo da criança, ele apresentou febre em decorrência de uma infecção após a retirada do crucifixo. O garoto segue recebendo tratamento medicamentoso até ter alta.

Fonte: Pleno.News

Continua depois da Publicidade