Brasil

Ministério da Defesa pede acesso ao código-fonte das urnas eletrônicas

A intenção é checar a confiabilidade do sistema eleitoral.


Redação AM POST

O Ministério da Defesa enviou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um novo pedido assinado pelo ministro, Paulo Sérgio Nogueira, para disponibilização de código-fonte das urnas eletrônicas, que é um conjunto de comandos escritos em linguagem de programação que compõem um software. A intenção é checar a confiabilidade do sistema eleitoral.

Continua depois da Publicidade

O ofício solicita acesso “urgentíssimo”, dentro dos procedimentos de fiscalização previstos em resolução da Corte. Com o acesso ao código-fonte o ministério pode testar a tecnologia, achar possíveis falhas e sugerir correções, por exemplo.

“A ausência das referidas informações poderá prejudicar o desenvolvimento dos trabalhos da supracitada equipe quanto ao cumprimento das etapas de fiscalização previstas na Resolução do TSE e, também, que há a necessidade de um ponto de contato que facilite as ações de fiscalização”, diz o ministro no ofício.

O prazo estipulado no documento endereçado a Edson Fachin é de 2 a 12 de agosto de 2022. O pedido faz parte de demandas do ministério para fiscalização e auditorias nas urnas.

Continua depois da Publicidade