O portal de notícias da Amazônia


Brasil

Ministro Alexandre de Moraes concede liberdade provisória ao presidente do PL

Apesar de estar em liberdade, Valdemar Costa Neto deverá cumprir medidas cautelares.

  • Por AM POST

  • 10/02/2024 às 18:00

  • Leitura em 1 minuto

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu neste sábado (10) liberdade provisória para o presidente do PL, Valdemar Costa Neto. Apesar disso, Moraes decidiu manter medidas cautelares que Valdemar deverá cumprir em liberdade.

Valdemar Costa Neto foi preso na quinta-feira (8), durante buscas e apreensões realizadas por agentes da Polícia Federal na sede do PL. Durante a ação, o político foi encontrado com uma arma, porém sem licença para utilizá-la, o que resultou em sua detenção.

PUBLICIDADE

Posteriormente, durante as investigações, a PF encontrou uma pepita de ouro com Valdemar, o que levou a sua prisão também por suspeita de usurpação mineral. Nesse caso específico não está prevista a possibilidade de pagar fiança.

Na sexta-feira (9), Alexandre de Moraes havia convertido a prisão em flagrante de Valdemar Costa Neto em prisão preventiva, que não possui prazo determinado para acabar. No entanto, agora, levando em consideração parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), bem como a idade do réu, que tem 74 anos, e o fato de o crime não ter sido cometido com violência ou grave ameaça, Moraes decidiu pela soltura do presidente do PL.

A decisão de Alexandre de Moraes de conceder liberdade provisória a Valdemar Costa Neto, presidente do PL, representa mais um desenvolvimento no caso que envolve as investigações e prisões realizadas pela Polícia Federal na sede do partido. Apesar de estar em liberdade, o político deverá cumprir medidas cautelares. Portanto, o desenrolar desse caso ainda está longe de ser concluído, e novos desdobramentos podem ocorrer nas próximas semanas.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank