O portal de notícias da Amazônia


Brasil

Ministro do STF concede liberdade provisória ao presidente do PL, Valdemar Costa Neto

Valdemar deixou a prisão na noite de sábado e estará sujeito a uma série de medidas cautelares.

  • Por AM POST

  • 11/02/2024 às 09:24

  • Leitura em 1 minuto

Foto: Natanael Alves/PL

No último sábado (10), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu conceder liberdade provisória ao presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto. O dirigente, que foi detido na quinta-feira (8) durante a Operação Tempus Veritatis, deixou a prisão na noite de sábado e estará sujeito a uma série de medidas cautelares.

Inicialmente, na sexta-feira (9), Moraes havia determinado a conversão da prisão em flagrante de Valdemar em prisão preventiva. No entanto, o ministro reconsiderou sua decisão, levando em consideração a idade do político, que tem 74 anos, e o fato de não ter cometido crimes violentos ou ameaçadores. “Apesar de continuarem presentes os requisitos ensejadores da prisão preventiva, algumas circunstâncias específicas devem ser analisadas, uma vez que o investigado é idoso e não teria cometido os crimes com violência ou grave ameaça”, afirmou Moraes em sua decisão.

PUBLICIDADE

De acordo com as condições estabelecidas para a liberdade provisória, Valdemar Costa Neto está proibido de manter contato com os demais investigados, inclusive por meio de advogados, e não poderá deixar o país.

A prisão de Valdemar ocorreu em decorrência de uma busca e apreensão na sede do PL, onde a Polícia Federal encontrou uma arma com registro inválido e uma pepita de ouro. A defesa do político argumenta que a posse da pedra não configura delito, conforme a jurisprudência, e que a arma, registrada, pertence a um parente, sendo esquecida há vários anos no apartamento de Valdemar.

Redação AM POST

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank