Brasil

Moro rebate Ciro sobre motim de policiais: “apesar dos Gomes, a crise foi resolvida”

Eles expuseram uma disputa pela “paternidade” do fim da ação dos policiais no Ceará.


Redação AM POST*

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT) trocaram farpas nas redes sociais. Eles expuseram uma disputa pela “paternidade” do fim do motim de policiais militares no Estado, ocorrido no domingo (1º), após 13 dias de greve.

Continua depois da Publicidade

Rebatendo a uma crítica feita por Ciro Gomes pelo Twitter, Moro afirmou que a normalidade foi restabelecida apenas com a atuação do Governo Federal e das Forças Armadas.

“Aprende, Bolsonaro e seu capanga Moro: no Ceará está o seu pior pesadelo! Generais, aqui manda a Lei”, escreveu Ciro Gomes.

“A crise no Ceará só foi resolvida pela ação do Governo Federal, Forças Armadas e Força Nacional que protegeram a população e garantiram a segurança. Explorar politicamente o episódio, ofender policiais ou atacá-los fisicamente só atrapalharam. Apesar dos Gomes,a crise foi resolvida”, escreveu Moro. O presidente Jair Bolsonaro endossou as críticas. “Não somos psiquiatras! Parabenizo o ministro Moro e envolvidos”, escreveu o chefe do Executivo.

Continua depois da Publicidade

O senador licenciado Cid Gomes, irmão de Ciro, levou dois tiros ao avançar para dentro de um quartel da polícia com uma retroescavadeira. No local, estavam policiais e parentes.

Continua depois da Publicidade