Professor é afastado após ser flagrado se masturbando durante videoaula

Segundo o professor, foi um descuido enquanto ele usava uma pomada. Episódio é investigado pela polícia.

Redação AM POST*

O professor Cleber Batista Souza, de 47 anos, foi afastado integralmente da Escola Técnica Estadual – Etec, Parque da Juventude, na capital paulista após ter sido flagrado se masturbado diante de alunos durante videoconferência no último dia 13 de maio.O afastamento do docente foi publicado no Diário Oficial do Estado no último dia 16 de maio.

O Centro Paula Souza responsável pelas escolas técnicas estaduais, registrou um boletim de ocorrência contra o professor. Um vídeo que circula nas redes sociais e incluído no processo, mostra um homem praticando o ato enquanto o encontro virtual acontecia.

Continua depois da Publicidade

“O Centro Paula Souza reafirma que repudia qualquer forma de desrespeito ou assédio e que todas as denúncias recebidas de forma oficial na instituição são analisadas para que providências cabíveis sejam aplicadas, quando comprovadas procedentes”, diz a nota.

Outro lado
O homem negou o ato e disse foi um descuido enquanto ele usava uma pomada. Ele também pediu perdão as pessoas que se sentiram ofendidas.

“Isso foi um acidente, foi um descuido. Eu uso uma pomada, e precisei usar essa pomada nas regiões para poder fazer o aquecimento por causa do formigamento. Minimizei a tela da aula, e não sabia que mesmo assim, estava sendo gravado”, afirmou ele. “Peço perdão para todo mundo que foi ofendido, se for necessário”, continuou.

Continua depois da Publicidade