Pesquisar por em AM POST

Brasil

Relatora do STJ vê indícios de governador do Acre como líder de organização criminosa

Gladson Cameli virou réu pelos crimes de participação em organização criminosa, corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e fraude à licitação.

  • Por AM POST

  • 23/05/2024 às 07:41

  • Atualizado em 23/05/2024 às 07:42

  • Leitura em dois minutos

A ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), afirmou haver indícios de uma suposta atuação do governador do Acre, Gladson Cameli (PP-AC), como líder de uma organização criminosa instalada no Executivo do estado. O político virou réu pelos crimes de corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e fraude à licitação. Ele é acusado de liderar um esquema que teria desviado mais de R$ 16 milhões em recursos públicos.

A denúncia foi feita Procuradoria-Geral da República (PGR) e aceita pelo STJ na última quarta-feira (15). Os ministros da Corte Especial do STJ, no entanto, não aceitaram pedido da PGR para que o governador fosse afastado do cargo.

PUBLICIDADE

Segundo Nancy Andrighi, que é relatora do caso, os elementos colhidos no curso da investigação anterior à abertura do processo apontam que o governador do Acre integra uma organização criminosa com a finalidade de praticar crimes de fraude à licitação, peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

“Em juízo sumário de cognição, restou demonstrado que a organização criminosa agia de forma estruturalmente organizada, caracterizada pela divisão formal de tarefas e com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagem indevida derivada dos crimes de fraude à licitação, peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro”, frisou a relatora.

As investigações conduzidas pela Polícia Federal (PF) apontam que o governador seria o chefe da organização criminosa e beneficiário central das vantagens. “Há indícios de que Gladson Cameli agiu ativamente para assegurar a execução do esquema investigado, escolhendo, sem qualquer critério técnico, as empresas que receberiam os pagamentos do Estado do Acre por serviços prestados”, indicou.

PUBLICIDADE

A relatora Nancy Andrighi frisa ainda que constam nos autos “diversas movimentações financeiras que apontam que a verba, possivelmente desviada do erário, enriqueceu Gladson e seu núcleo familiar”.

 

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista
blank

Essas crianças autistas não estão fugindo ou escondendo-se, elas, de fato, estão perdidas, à espera de que alguém va ao seu alcance.

- Anne Alvarez

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank