Pesquisar por em AM POST

Brasil

Rodrigo Maia marca para o próximo dia 8, retomada da última etapa do processo de cassação de Cunha

A conclusão do processo deverá acontecer antes das eleições municipais, que acontece em outubro.

  • Por AM POST

  • 03/08/2016 às 09:03

  • Atualizado em 03/08/2016 às 14:51

  • Leitura em dois minutos

O processo de cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB) deverá ser retomado pela Câmara dos Deputados na próxima segunda-feira (8). O anúncio foi feito pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia, que ao mesmo tempo não estabeleceu prazo para conclusão.

Essa é a última etapa do processo de cassação do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. No dia 8 será feita a leitura do pedido e depois de suas sessões, o processo será item prioritário da pauta. Ainda segundo Maia, a conclusão do processo deverá acontecer antes das eleições municipais, que acontecem em outubro.

PUBLICIDADE

“Vamos organizar isso de modo que eu dê a data e não volte atrás. Leitura na segunda e, a partir daí, a questão está pronta para o plenário. Vamos organizar a data em que o plenário esteja cheio. Com certeza, será antes da eleição, disso eu não tenho dúvida”, afirmou ele.

ACORDO

Maia negou ter participado de um acordo com o Palácio do Planalto para que o futuro de Cunha só seja decidido após a votação do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff no Senado, marcado previamente para o dia 29 deste mês.

PUBLICIDADE

Pelo menos um ministro próximo ao presidente interino, Michel Temer, trabalha para que o Congresso conclua o processo da petista antes de decidir se cassa ou não o mandato de Cunha.

O argumento é que, caso a ordem seja invertida, corre o risco de Cunha retaliar o governo, com declarações comprometedoras contra o presidente, o que pode resultar em mais votos contrários ao afastamento definitivo de Dilma.

PUBLICIDADE

Na terça, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que o processo de votação deve começar em 25 ou 26 de agosto.

Perguntado se tem conhecimento dessa articulação, o presidente da Câmara declarou: “Comigo não há acordo nenhum”.

PUBLICIDADE

Fonte: Folha de S.Paulo e Redação AM POST

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank