Brasil

Suzane Richthofen e Anna Jatobá deixam prisão para ‘saidinha’ de Dia das Mães

É a primeira vez que Suzane sai da cadeia após chegar a perder o benefício de saída temporária, no final do ano passado.


Presa por arquitetar e matar os pais, Suzane von Richthonfen deixou a penitenciária de Tremembé, interior de São Paulo, para a “saidinha” de Dia das Mães. Ela saiu da cadeia por volta das 8h10 e retornará daqui a sete dias. Anna Carolina Jatobá, que matou a enteada Isabela Nardoni, também deixou o local perto do mesmo horário.

O benefício, garantido em lei para quem está no regime semiaberto, voltou a ser concedido em abril após ser suspenso no final do ano passado, com base em uma denúncia anônima de que ela foi a uma festa de casamento e não estava no endereço indicado de sua permanência, durante a saidinha de Natal. Ela perdeu a saída temporária de Páscoa deste ano.

Continua depois da Publicidade

A progressão Suzane do regime fechado para o semiaberto aconteceu em outubro de 2015. A primeira vez que ela deixou a prisão foi em março de 2016, para passar a Páscoa em casa. Atualmente, Suzane busca a progressão para o regime aberto para responder a resto da sua pena em liberdade. O pedido corre na Justiça e não há data para decisão.

Suzane von Richthofen foi presa em novembro de 2002 após arquitetar o assassinato dos próprios pais, Manfred e Marisa von Richthofen, com o namorado e o cunhado, os irmãos Daniel e Cristian Cravinhos. Ela foi condenada a 39 anos de prisão, dos quais cumpriu mais de 15.

Anna Jatobá também deixa cadeia
Anna Carolina Jatobá, condenada a 26 anos e oito meses de prisão pela morte da enteada Isabela Nardoni, também deixou o presídio na manhã de hoje, mais o menos no mesmo horário que Suzane. Após sair da unidade, ela encontrou uma mulher que a aguardava, entrou em um carro e deixou o local.
Anna e o marido, Alexandre Nardoni, pai de Isabela e que também está preso em Tremembé, pediram a redução da pena ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão. Eles aguardam análise do pedido.

Continua depois da Publicidade

Alexandre Nardoni teve recentemente o benefício de saída temporária concedido, no final de abril, mas a lei prevê um lapso temporal de 30 dias para a concessão. Com isso, no Dia dos Pais ele poderá usufruir e deixar a prisão.

Fonte: O Dia

Continua depois da Publicidade