Pesquisar por em AM POST

Caiu na rede é post!

Após morte de figurante na Globo, colegas reclamam de descaso da emissora

Segundo os atores a ‘Globo tratou figurante morto como cachorro’.

  • Por AM POST

  • 11/03/2019 às 18:51

  • Leitura em dois minutos

Da Redação*

Após a morte do ator, Joseph Lima dos Santos, 23 anos, durante uma gravação de O Sétimo Guardião no último dia 27, figurantes da Rede Globo revelaram o descaso da emissora com o ocorrido. A informação foi divulgada pelo site Notícias da TV.

PUBLICIDADE

Conforme relato de colegas, o jovem chegou a emissora pela manhã, suado e reclamando de dores no peito. Foi atendido no posto médico da TV, onde teriam lhe dado uma injeção para dor muscular. Depois, ele foi almoçar, mas continuou com dores.

Em comunicado a Rede Globo afirmou que o figurante recebeu os primeiros atendimentos e foi levado para o hospital, onde morreu.

“Ele passou mal sentado dentro do ônibus. Desmaiou, e ali ele morreu. Imediatamente a senhora Rede Globo tirou ele numa maca e levou para o hospital para dar o óbito lá. A Globo diz que ele morreu no hospital para tirar o corpo fora”, afirmou uma ator que não quis se identificar.

PUBLICIDADE

“Todo mundo cagou pra isso [a morte de Santos]. Não valemos nada. Se o figurante morrer num set, a gravação vai continuar. Eles continuaram a gravação como se não tivesse acontecido nada ou como se tivesse morrido um cachorro que você coloca no canto”, informou outro figurante.

Os figurantes trabalham terceirizados pelas agências, sem nenhum vínculo empregatício. São remunerados por diária, em geral, no valor de R$ 60. Dessa quantia, ainda são descontados 11% de impostos.

PUBLICIDADE

A sócia da produtora Luz e Cor, Célia Lima, responsável pela contratação do jovem, afirma que acompanhou a liberação do corpo e arcou com os custos funerários. Segundo o site ela preferiu não comentar se o óbito ocorreu dentro ou fora das dependências da emissora.

*Com informações do Notícias da TV

PUBLICIDADE

O AM Post apoia a causa autista

O autismo não limita as pessoas. Mas o preconceito sim, ele limita a forma com que as vemos e o que achamos que elas são capazes.

- Letícia Butterfield

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank